CONGRESSO

Weintraub quer dinheiro recuperado de corrupção na Petrobras investido em educação

16/05/2019 09h00 - Atualizado em 16/05/2019 09h00
Foto: Divulgação

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que a atual gestão não está parada na busca por novas receitas na pasta.

Ele disse que quer aplicar na educação os recursos recuperados de atos de corrupção praticados na Petrobras.

“O dinheiro roubado está voltando, e ele pode servir de alívio. Que os reitores venham conversar conosco”, disse o ministro.

O ministro anunciou a medida durante sabatina no plenário da Câmara dos Deputados. Durante mais de três horas, Weintraub explicou dados orçamentários do ministério, incluindo o contingenciamento, que visa sanear as contas públicas.

“Quando você contingencia recursos, você não fica parado, como no passado se ficava. Nós corremos atrás!”, afirmou o ministro.

De acordo com Weintraub, esses recursos já estão no Brasil. A alocação da verba na educação está sendo analisada com a Advocacia-Geral da União (AGU), o Ministério Público, o Supremo Tribunal Federal (STF) e os ministérios da Educação e da Economia.

Veja Também