Em Paraíso do Tocantins

Homem é socorrido de helicóptero após acidente entre moto e caminhão

10/06/2019 09h15 - Atualizado em 10/06/2019 09h20
Foto: Divulgação

A aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP - TO), efetuou, na manhã deste último domingo (9), a remoção aeromédica para o Hospital Geral de Palmas de vítima de grave acidente de trânsito na região de Paraíso do Tocantins.

O acidente, ocorrido na madrugada e envolvendo uma motocicleta e um caminhão, resultou em graves lesões, inclusive traumatismo crânio-encefálico e fratura exposta em uma das pernas da vítima resgatada.

Apesar de ter recebido atendimento médico emergencial efetuado por uma equipe do Corpo de Bombeiros, logo nas primeiras horas da manhã, a vítima precisou ser removida do Hospital Regional de Paraíso para o HGP, em Palmas.

A regulação da equipe médica do SAMU, regional Palmas solicitou o apoio do CIOPAER para transportar o paciente de helicóptero, haja vista seu quadro clínico.

A equipe embarcada, composta por médica e enfermeira do SAMU, além de pilotos e operador aerotático do CIOPAER, pousou nas proximidades do Hospital Regional de Paraíso para a transferência do paciente e, após 20 minutos, a aeronave já estava na entrada do setor de emergências do HGP, onde os profissionais daquela unidade de saúde já aguardavam o paciente.

Atendimento aeromédico pelo CIOPAER

Os atendimentos realizados com apoio do helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas dependem de criteriosa análise dos profissionais da regulação médica, que definem quais os procedimentos mais adequados para atender as demandas e também identificam as unidades hospitalares que possuam leitos disponíveis para receber os pacientes.

Além disso, o atendimento é viabilizado quando o modelo de transporte é essencial à sobrevida do paciente, pela redução significativa do tempo para o trajeto. No caso, uma ambulância equipada com UTI, saindo de Palmas, até Paraíso e retornando novamente a Palmas, cumpriria o trajeto em, no mínimo, 2 horas, enquanto o vôo efetuado pela aeronave da SSP, gasta, em média, 40 minutos de ida e volta.

Veja Também