Na Capital

Saúde retoma cirurgias cardíacas eletivas no HGP

11/06/2019 08h31 - Atualizado em 11/06/2019 17h45
Foto: Nielcem Fernandes/Governo do Tocantins

Os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que aguardavam por cirurgias cardíacas no Hospital Geral de Palmas (HGP) poderão realizar o procedimento na unidade.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) retomou as cirurgias cardíacas eletivas no Hospital e nesta segunda-feira, 10, foi realizado o segundo procedimento: uma troca de válvula aórtica (responsável pela passagem do sangue do ventrículo esquerdo para a aorta), popularmente conhecida como troca de válvula Safena, em um paciente de 52 anos.

“Para este tipo de cirurgia o paciente precisa estar com os exames em dia e ter indicação cirúrgica. Este procedimento tem a função de salvaguardar o coração por uma possibilidade de infarto ou para recuperar, quando possível, áreas com baixo fluxo sanguíneo ou até infartadas”, explicou o médico Juan Fernando Terrones Caceres, especializado em cirurgia cardíaca. “Geralmente é realizado em pacientes que possuem capacidade funcional, uma vida pela frente e estão com queixa de dor anginosa [dor no peito, por falta de irrigação do coração]”, disse.

Os procedimentos foram reiniciados após esforços dos gestores da pasta e da unidade, além da coordenação do Centro Cirúrgico em adquirir materiais e insumos necessários para que as cirurgias cardíacas eletivas pudessem ser retomadas, beneficiando os usuários que aguardavam por este tipo de cirurgia.

Na última quinta-feira, 06, ocorreu a primeira cirurgia de retorno do serviço, em um paciente de 41 anos, Neivan Ferreira, educador físico e morador de Palmas, que reagiu muito bem ao procedimento de ponte de Safena.

Após a cirurgia cardíaca, o paciente é internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) onde recebe todos os cuidados especiais da equipe multiprofissional e em poucos dias é encaminhado para ala de internação.

O coordenador da Cardiologia Clínica da unidade, Eurípedes Barbosa comenta sobre o retorno das cirurgias cardíacas. “É uma noticia boa! Desde 2017 não eram realizadas estas cirurgias. Nosso intuito agora é atender um volume maior de pacientes por semana, diminuindo a fila de espera por cirurgias cardíacas e evitando encaminhamentos para outras unidades”, declarou.

De acordo com o diretor geral do HGP, Leonardo Toledo a retomada das cirurgias vem dar continuidade do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que estão na fila de espera. “Diminuindo a grande demanda de pacientes nesta especialidade, podemos ofertar uma melhor assistência ao paciente que necessita do HGP”, declarou.

Depoimentos

O paciente de 41 anos, Neivan Ferreira, educador físico, morador de Palmas, reagiu bem e se recupera do procedimento. O paciente está prestes a ter alta e irá para a ala de internação. “Eu senti dores e foi necessário realizar a cirurgia, agora estou me sentindo muito bem”, declarou.

A irmã de Neivan, Ieda Ferreira, comemora e agradece aos profissionais. “Gostaria de agradecer a todos da equipe que cuidaram do meu irmão durante a cirurgia e aos profissionais da UTI, deu tudo certo e só tenho o que agradecer. Estou muito feliz por ele”, afirmou.

Dados

Conforme o relatório estatístico do centro cirúrgico do HGP, em 2018 foram realizadas 20 cirurgias cardíacas, destas, 08 foram de urgência, 04 de emergência e 08 eletivas.

Veja Também