Casa será construída em Palmas

Governo doa terreno para construção da Casa de Apoio a Saúde do Índio

11/07/2019 16h32 - Atualizado em 11/07/2019 16h38
Foto: Frederick Borges/Governo do Tocantins
Wanderlei Barbosa assinou, por meio da Companhia Imobiliária do Tocantins a doação de um terreno para a construção da Casa de Apoio a Saúde do Índio

População indígena do Estado é de aproximadamente 15 mil índios, cerca de cinco mil realizam algum tipo de tratamento na Capital

O governador em exercício, Wanderlei Barbosa assinou na manhã desta quinta-feira, 11, no Palácio Araguaia, por meio da Companhia Imobiliária do Tocantins (Terratins) a doação de um terreno para a construção da Casa de Apoio a Saúde do Índio (Casai). A casa irá atender cerca de cinco mil indígenas que anualmente necessitam de cuidados com saúde nos hospitais da Capital.

O terreno com área de 2400 m² será doado ao Ministério da Saúde (Sesai), via Superintendência de Patrimônio da União, para que sejam executas as obras da construção da Casa de Apoio. Para o presidente da Terratins, Aleandro Lacerda a doação do terreno é um marco do atual Governo com a população indígena de todo o Estado. “Com a construção da Casa de Apoio, os indígenas poderão ter acomodações mais confortáveis e atendimento especializado, com um espaço exclusivo pra eles”, ressaltou o presidente.

De acordo com o vice-governador, Wanderlei Barbosa essa colaboração que o Governo do Estado dá a população indígena com a doação desse terreno é cumprimento do compromisso do Governador Mauro Carlesse com a comunidade indígena. Uma ajuda para que eles tenham condições de realizarem seus tratamentos de saúde na Capital amparados pela casa de apoio com uma estrutura que possa acomodá-los. Para o Governo é uma satisfação poder contribuir com a doação do terreno e mais ainda poder auxiliar na construção da casa”, explicou o governador em exercício.

Atualmente no Tocantins existem duas Casas de Apoio aos indígenas, localizadas nos municípios de Gurupi e Araguaína, realizando atendimentos para a população indígena do Estado que é de aproximadamente 15 mil índios. Para o coordenador da Saúde Indígena no Tocantins, Marcelo Lucena, com a doação do terreno a população indígenas poderá ter melhores condições de acomodação, em espaço próprio de atendimento. “Atualmente os índios ficam hospedados em um hotel da Capital sem que haja condições exclusivas, adequada e especializada de atendimento a eles”, explicou o coordenador.

Para Elson Krensu Xerente, presidente do Conselho Estadual de Saúde Indígena do Tocantins, a importância da entrega do terreno é mais uma demonstração de valorização a vida de uma comunidade que precisa ter uma casa de atendimento para que possa abrigar os pacientes em recuperação que precisem de assistência fora do hospital. “Assim como as mulheres grávidas, crianças em tratamento e os familiares dos atendidos nos hospitais da capital. Ter esse terreno nos dará condições de termos um espaço para a nossa comunidade e isso nos deixa muito satisfeito com essa doação feita pelo Estado” finalizou.
 

Veja Também