Em menos de quatro horas

Polícia Civil soluciona roubo e prende autores do crime em Araguaína

12/08/2019 10h24 - Atualizado em 12/08/2019 10h26
Foto: Divulgação

Policiais Civis coordenados pelos delegados Breno Alves e Felipe Ayres, elucidaram, na última sexta-feira (9), em Araguaína, um crime de roubo que havia sido cometido quatro horas antes, prenderam os supostos autores e ainda recuperaram os objetos subtraídos.

Conforme o delegado Breno, a ação foi desencadeada depois que duas mulheres compareceram na sede da unidade especializada na repressão a roubos, comunicando que haviam acabado de ser assaltadas por dois indivíduos quando passavam pelo Bairro Lago Sul e que se aproximaram em uma motocicleta Honda Biz, de cor preta.

Diante dos fatos e com base nas características físicas dos autores, os policiais civis deram início às investigações para localizar o paradeiro dos indivíduos e conseguiram localizar, inicialmente, um dos suspeitos de iniciais L.C.S, o qual estava em sua residência, onde também foi encontrada a motocicleta utilizada no roubo.

Ao ser ouvido pela autoridade policial, L.C.S confessou o envolvimento no crime e apontou o local onde um dos aparelhos celular, marca IPhone, estaria localizado.

O telefone pertencente a uma das vítimas foi recuperado no fundo de um lote, já com a bateria desmontada fora do aparelho.

Busca pessoal no indivíduo também levaram ao encontro de um cartão de memória, o qual alegou pertencer ao aparelho celular desmontado da vítima.

Dando continuidade às buscas, os agentes também encontraram dois capacetes na casa do suspeito, sendo que L.C.S informou que um dos capacetes seria de um indivíduo apelidado de Carroça, e que também estaria envolvido no crime e residiria no bairro Vila Azul.

Dessa maneira, os policiais civis foram até a casa do outro indivíduo e efetuaram a prisão de J. A. S, vulgo Carroça, que foi encontrado de posse de um aparelho celular da marca Positivo; além de um capacete de cor preta. Ainda em sua casa, os policiais civis localizaram e apreenderam uma planta com características e aspecto semelhante à maconha.

Diante dos fatos, os dois homens foram conduzidos à Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguaína, onde se apurou que J.A.S teria desembarcou da motocicleta e anunciado o assalto e seu comparsa, L.C.S, não desceu da motocicleta, mas dava cobertura para ação delituosa.

Diante do quadro de flagrante, os dois suspeitos foram autuados pelo crime de roubo com causa de aumento de pena. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, ambos foram encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.  

Por: Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

Veja Também