Pecuária

Em primeiro trimestre aumenta o abate de bovinos, suínos e frangos

14/08/2019 14h05 - Atualizado em 14/08/2019 14h07
Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias

O abate de bovinos no segundo trimestre do ano chegou a 8,08 milhões de cabeças, crescimento de 2,4% em relação ao primeiro trimestre de 2019 e de 4,1% na comparação ao mesmo período do ano passado. Esses são os primeiros resultados da Estatística da Produção Pecuária, divulgados hoje pelo IBGE.

A pesquisa mostrou também aumento no abate de suínos e na produção de ovos de galinha. Foram abatidas 11,39 milhões de cabeças de suínos, altas de 5,1% e de 0,7%, frente ao primeiro trimestre e em relação ao segundo trimestre de 2018, respectivamente.

A produção de ovos de galinha foi de 930,93 milhões de dúzias, aumento de 5,8% e de 2%, nessas mesmas comparações.

Já o abate de frangos, a aquisição de leite e a aquisição de couro também subiram em relação ao mesmo período do ano passado, mas caíram frente ao primeiro trimestre do ano.

Foram 1,43 bilhão de cabeças de frango abatidas, aumento de 3,6% em relação ao segundo trimestre de 2018 e retração de 1,5% na comparação com o primeiro trimestre de 2019.

A aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos que atuam sob algum tipo de inspeção sanitária, no segundo trimestre de 2019, foi de 5,86 bilhões de litros, um aumento de 7,1% na comparação ao volume registrado no mesmo período de 2018.

Por outro lado, houve retração de 5,4% em relação à quantidade captada no primeiro trimestre deste ano.

Os curtumes investigados pela pesquisa declararam ter recebido 8,39 milhões de peças inteiras de couro no segundo trimestre. Essa quantidade representa aumento de 1% na comparação ao segundo trimestre de 2018 e redução de 1,1% em relação ao primeiro trimestre.

Os resultados definitivos e por estado da Estatística da Produção Pecuária serão divulgados em 12 de setembro.

Veja Também