Em Goiás

Professor é preso suspeito de oferecer dinheiro para manter relação sexual com menores

14/08/2019 15h01 - Atualizado em 14/08/2019 15h10
Foto: Divulgação

Os policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Piracanjuba efetuaram nessa segunda-feira (12) o cumprimento do mandado de prisão preventiva de B. R. S. M., 40 anos, investigado pela prática dos crimes de estupro de vulnerável, favorecimento à prostituição de menores e fornecimento de bebidas alcoólicas para menores, ocorridos em 2013 na cidade de Piracanjuba.

Segundo apurado, B. R. S. M., professor público concursado, aliciava seus alunos menores de idade, prometendo vantagens (dinheiro, presente, notas na escola, etc) em troca de manter relações sexuais com os mesmos.

Com base nas informações coletadas pela Polícia Civil, foi decretada sua prisão preventiva, tendo sido cumprida em 2014.

Após algum tempo, o investigado obteve o benefício de responder seus processos em liberdade.

No mês passado, a delegacia recebeu denúncia anônima de que ele estava aliciando menores no município de Olinda, estado de Pernambuco.

A partir das imagens apresentadas, é possível observá-lo dentro de um elevador com alguns menores, abrindo sua carteira, exibindo dinheiro, e tentando beijar um deles contra sua vontade.

O fato foi imediatamente comunicado à Justiça de Piracanjuba, que expediu novo mandado de prisão, cumprido pela Polícia Civil. Se condenado, suas penas poderão ultrapassar 30 anos de prisão.

Quanto às referidas imagens do elevador, por se tratar de fato novo, supostamente ocorrido em Olinda (PE), a Polícia Civil de Goiás fornecerá todas as informações necessárias às Polícia Civil daquele município, visando apurar os fatos.

Veja Também