Em Palmas

Pesquisa revela variação de preço de 113,34% em produtos para o Dia das Crianças

09/10/2019 12h30 - Atualizado em 09/10/2019 12h55
Foto: Divulgação Procon/Governo do Tocantins
A pesquisa realizada pelo Procon Tocantins verificou o preço de 57 produtos

O Procon Tocantins realizou a pesquisa nos dias 7 e 8. Ao todo, foi pesquisado o preço de 57 produtos em cinco estabelecimentos comerciais da capital. 

Bonecas, bicicletas, massa de modelar e jogos foram alguns dos itens pesquisados pelo Procon Tocantins, em Palmas, nesta segunda e terça-feira, 7 e 8. Estas são algumas das opções de presentes para o Dia das Crianças, comemorado no próximo sábado, 12. A Pesquisa completa disponível no site do Procon.

Ao todo, foi pesquisado o preço de 57 produtos em cinco estabelecimentos comerciais da capital. A maior diferença, encontrada foi 113,34% no patinete heróis da marca Bandeirante, comercializada de R$ 149,99 a R$ 319,99.

A boneca Baby Alive Super Snacks, apresentou a variação de 100,01%. Vendida de 199,99 a R$ 399,99 e a terceira maior diferença, foi 99,84%, no boneco homem aranha da mesma marca, comercializado de R$ 49,99 a R$ 99,90.

Para o superintende do Procon Tocantins, Walter Viana, a pesquisa é fundamental para que o consumidor escolha a melhor opção. “A diferença de preço de um mesmo produto pode chegar a 113,34% ou até mais. A análise com antecedência pode evitar prejuízo e é por isso que anualmente realizamos essa pesquisa para facilitar a vida do consumidor na hora da compra”, afirma o gestor.

Fique atento

Segundo o gerente de fiscalização, Magno Silva, é importante verificar se o produto traz informações adequadas, claras e em língua portuguesa sobre suas características, qualidades, quantidade, origem, composição, preço e garantia.

“Na embalagem deve constar a indicação da idade, instruções de uso e de montagem, descrição exata dos itens inseridos e identificação do fabricante ou importador. Também é preciso informar eventuais riscos que possam apresentar à criança e o selo de certificação do Inmetro”, ressalta Silva.

Também é preciso ter cuidado com os brinquedos de comércio informal, pois podem ser irregulares ou falsificações e conter substâncias tóxicas na sua composição. E não esqueça de exigir a nota fiscal. 

Veja Também