Brasil

Senadores do Tocantins não assinam carta em defesa da prisão de condenados em 2º instância que foi entregue a Toffoli

06/11/2019 16h54 - Atualizado em 06/11/2019 17h34
Foto: Divulgação

Os senadores do Tocantins, Eduardo Gomes (MDB), "que é líder do Governo Bolsonaro no senado",  Irajá Abreu (PSD) e Kátia Abreu (PDT) não assinaram a carta que foi entregue ao ministro Dias Toffoli nesta quarta-feira, 06, que pede a prisão de condenados em segunda instância.

A carta foi uma iniciativa do senador Lasier Martins (Podemos) do Rio Grande do Sul e obteve 42 assinaturas. 

Nesta quiinta-feira, 07, o Supremo Tribunal Federal (STF) vai o julgar definitivamente as ações sobre a prisão em segunda instância. 

O número de senadores apoiando o documento de Lasier Martins agora representa a maioria da Casa.

Veja os senadores que assinaram:

1. Lasier Martins (Podemos)

2. Izalci Lucas (PSDB)

3. Marcos Rogério (DEM)

4. Zequinha Marinho (PSC)

5. Esperidião Amin (PP)

6. Lucas Barreto (PSD)

7. Leila Barros (PSB)

8. Arolde de Oliveira (PSD)

9. Fabiano Contarato (Rede)

10. Major Olímpio (PSL)

11. Randolfe Rodrigues (Rede)

12. Rodrigo Cunha (PSDB)

13. Jorginho Mello (PL)

14. Jarbas Vasconcelos (MDB)

15. Flávio Arns (Rede)

16. Confúcio Moura (MDB)

17. Reguffe (Podemos)

18. Carlos Viana (PSD)

19. Soraya Thronicke (PSL)

20. Eduardo Girão (Podemos)

21. Oriovisto Guimarães (Podemos)

22. Alessandro Vieira (Cidadania)

23. Eliziane Gama (Cidadania)

24. Simone Tebet (MDB)

25. Luis Carlos Heinze (PP)

26. Plínio Valério (PSDB)

27. Alvaro Dias (Podemos)

28. Mecias de Jesus (Republicanos)

29. Styvenson Valentim (Podemos)

30. Marcos do Val (Podemos)

31. Romário (Podemos)

32. Juíza Selma (Podemos)

33. Elmano Férrer (Podemos)

34. Jorge Kajuru (Cidadania)

35. Mara Gabrilli (PSDB)

36. Mailza Gomes (PP)

37. Marcio Bittar (MDB)

38. Luiz do Carmo (MDB)

39. Vanderlan Cardoso (PP)

40. Tasso Jereissati (PSDB)

41. Maria do Carmo (DEM)

42. Telmário Mota (Pros)

Veja Também