Na Câmara de Palmas

"Se não fosse um vereador virtual, ia ver o trabalho da prefeita", diz Laudecy Coimbra sobre criticas de Andrino

27/11/2019 16h07 - Atualizado em 27/11/2019 17h21
Foto: Aline Batista
Vereadora Laudecy Coimbra

Na sessão ordinária da Câmara desta quarta-feira, 27, a vereadora Laudecy Coimbra (SD) usou a tribuna para rebater as críticas de seu colega Tiago Andrino (PSB) contra a prefeita de Palmas Cinthia Ribeiro (PSDB) e o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos Antonio Trabulsi.

Segundo Laudecy, na terça-feira, 26, Andrino usou a tribuna para solicitar que o secretário Trabussi fosse a Câmara explicar o encerramento do contrato com a empresa Valor Ambiental, que era responsável pela limpeza urbana da Capital.

"O contrato foi de cinco anos e encerrou em maio, sendo que foi prorrogado por mais seis meses e acabou nesta terça-feira, 26. Em julho foi lançado edital de licitação para uma nova empresa, três empresas apresentaram propostas, inclusive a Valor Ambiental, que apresentou valor mais alto, e a empresa que apresentou o menor valor foi contratada". explicou a vereadora.

A parlamentar disse ainda que o que chamou sua atenção foi que Andrino disse que Cinthia recebeu Palmas como a 3ª cidade mais limpa do Brasil. "Ele (Tiago Andrino) deu a informação incompleta porque junto com a cidade mais limpa veio uma dívida de mais de R$ 19 milhões. É muito fácil gastar dinheiro para os outros pagarem", afirmou.

Laudecy ressaltou ainda que apesar das cobranças iniciais para que Cinthia explicasse como havia recebido a prefeitura, ela (prefeita) resolveu 'silenciar e pagar as dívidas'. "Ouvi dizer que a gestão Cinthia é uma paralisia total, se ele (Andrino) andasse em Palmas, se não fosse um vereador virtual, ia ver o trabalho da prefeita", disse.

Coimbra disse ainda que Andrino criticou o fato de Palmas não ter iniciado a iluminação natalina em outubro e mais uma vez defendeu a prefeita. "Falou da iluminação natalina que deveria ter sido feita em outubro porque Paris já está iluminada, Gramado já está iluminado, mas em outubro a prefeita estava pagando mais de R$ 40 milhões em dívidas atrasadas com os servidores, que havia sido compromisso da gestão anterior a dela, porque pagar os servidores é o que aquece o comércio e não iluminação natalina. Do que adianta ter iluminação se a população não tem dinheiro para comprar? A prefeita priorizou o servidor e Palmas, assim como Paris e Gramado também está recebendo iluminação que será inaugurada no próximo sábado, 30", finalizou.


 

Veja Também