Na Capital

Covid-19: Palmas faz análise do cenário atual e não descarta novo decreto sobre pandemia até dia 26

23/06/2020 08h12 - Atualizado em 23/06/2020 10h45
Foto: Edu Fortes

A prefeita de Palmas Cinthia Ribeiro se reuniu na tarde desta segunda-feira, 22, com o Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE) para análise e avaliação do cenário atual no enfrentamento da Covid-19 em Palmas.

A reunião, que aconteceu logo após a entrega da Unidade de Saúde da Família (USF) Walter Pereira Morato, em Taquaruçu, teve a apresentação dos últimos boletins epidemiológicos e de relatórios da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem), entre outras, para pautar as tomadas de decisões no combate ao novo coronavírus na Capital.

A gestora explicou que este momento é crucial para avaliação de todas as medidas tomadas até então e que a partir dessas informações atuais, novas medidas poderão ser adotadas. "Nós já estamos há mais de 90 dias vivenciando algo nunca imaginado por nenhum de nós. Apesar de termos enfrentado muitas resistências de vários segmentos da sociedade e de uma pequena parte da população diante das medidas restritivas, hoje, vejo com muita tranquilidade que acertamos em todas elas. Mesmo assim, o cenário atual ainda requer atenção visto que, a pandemia não acabou e não podemos negligenciar o que alcançamos até agora”.

Após um estudo de diversos fatores que influenciam a contaminação do novo coronavírus, a Prefeitura publicou decretos que autorizavam o retorno gradual de algumas atividades econômicas a partir dos dias 08 e 15 de junho. Após 15 dias do primeiro decreto (dia 08 de junho), os boletins epidemiológicos serão analisados diariamente levando também em consideração, o comportamento da população. Assim, até a sexta-feira, 26, a Prefeitura poderá ou não, emitir novo decreto com medidas que corroborem no combate à Covid-19.

Veja Também