Em Palmas

Dos 113 casos de desaparecimento registrados, Polícia Civil conclui a verificação 109

31/07/2020 18h56 - Atualizado em 31/07/2020 19h08
Foto: Dennis Tavares/Governo do Tocantins
Dos 113 registros de pessoas desaparecidas, 109 tiveram certificados os retornos às suas famílias ou constatado que a pessoa se encontrava bem e com saúde

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia Especializada de Polícia Interestadual, Capturas e Desaparecidos (Polinter), concluiu a verificação de 96% dos casos de pessoas desaparecidas,em Palmas, este ano. Dos 113 registros de pessoas desaparecidas, 109 tiveram certificados os retornos para suas famílias ou constatado que a pessoa se encontrava bem e com saúde.

O delegado titular da Polinter, Fábio Augusto Simon, explica que os motivos dos desaparecimentos são variados. “Muitos desses casos são de adolescentes e a Polícia Civil consegue o contato dessas pessoas. Alguns deles, por exemplo, saíram de casa, porque os pais proibiram algum namoro. Há casos em que as pessoas simplesmente desapareceram, porque quiseram sair de casa sem dar satisfação para os familiares”, esclarece.

Ajuda nas buscas

A população pode ajudar a Polinter na busca por pessoas desaparecidas. Basta acessar a página da Polinter no Facebook, https://www.facebook.com/polinterTO/. Nela, há fotografias das pessoas desaparecidas e orientações sobre como fazer para repassar à Polinter informações que possam ajudar na localização dessas pessoas. 

Veja Também