Após atuação segura

Marcelo Alves surge como boa alternativa para sistema defensivo do Vasco

18/11/2020 14h32 - Atualizado em 18/11/2020 14h36
Foto: Rafael Ribeiro/Vasco
Marcelo Alves teve uma grande atuação na vitória diante do Sport na Ilha do Retiro

Zagueiro foi um dos destaques da vitória diante do Sport por 2 a 0 na Ilha do Retiro e aparece como uma boa opção opção no Gigante da Colina para a sequência da temporada

Desde a chegada de Ricardo Sá Pinto, um dos grandes desafios do português é arrumar o sistema defensivo do Vasco, que sofreu muitos gols nos últimos dois meses (13 até a chegada do treinador). Uma das primeiras medidas foi a mudança no esquema tático, com a utilização de três zagueiros e um meio-campo "mais povoado". E o que se viu nas últimas partidas foi uma defesa um pouco mais consistente, dando menos espaço aos adversários.

Apesar dos desfalques contra o Sport, a defesa teve uma boa apresentação e a atuação de um jogador em especial chamou a atenção da torcida vascaína: Marcelo Alves. Aos 22 anos, o jogador tem 1,92, e é o melhor defensor do elenco no jogo aéreo, característica importante das equipes de Sá Pinto. Ele não entrava em campo desde o jogo contra o Coritiba em setembro.

De acordo com os números do portal "Sofascore", o camisa 30 teve bons scouts no sábado. Foram 8 cortes, 6 interceptações, 2 chutes bloqueados, 2 desarmes e 89% dos passes certos ao longo do confronto. Jogando ao lado de Werley e Ricardo Graça, o zagueiro foi o grande destaque do sistema defensivo e comentou sobre sua atuação em entrevista ao site oficial do clube.

– Muito feliz pela vitória, nossa equipe estava precisando vencer. A gente precisava voltar a fazer boas partidas e hoje (sábado) não foi diferente, espero que se mantenha nessa pegada. Meu último jogo foi diante do Coritiba. Fiquei um tempo sem jogar e estive ainda um período me recuperando da Covid-19. A gente vem trabalhando duro no dia a dia, o pessoal vem passando um trabalho de preparação para estarmos todos no mesmo nível, até mesmo no de quem vem jogando regularmente - disse.

Feliz pela oportunidade, Marcelo espera continuar na equipe, aproveitar a chance para tentar se firmar e conquistar de vez uma vaga na disputada zaga vascaína. Além de Werley e Ricardo Graça, o elenco tem o capitão Leandro Castan, o jovem Miranda, ambos atualmente com Covid-19, e o recém-contratado Jadson. Alves elogiou o trabalho de Sá Pinto e destacou a disciplina tática exigida pelo português.

– O professor chegou para somar. É um profissional que chegou para acrescentar muito, trouxe todo o grupo para ele e faz questão de pregar o quanto nosso elenco é forte. Ele está sempre nos cobrando a disciplina tática, sempre deixa claro isso para todos, até para quem vem jogando menos. Para quando surgir um situação como a de hoje (sábado), que ele precisou contar comigo e com o Werley, que não vínhamos jogando, possamos desempenhar tudo que ele nos passar da melhor forma possível. Acho que o mais importante é ele pregar o grupo, na maioria das vezes até quem não está jogando, quando entrar, sabe exatamente o que fazer - disse.

Na busca por subir na tabela e se afastar da zona da degola, o Vasco volta a campo na quinta contra o Fortaleza, às 19h, em São Januário. A partida é válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro e foi adiada, pois o Tricolor cearense disputava as oitavas de finais da Copa do Brasil.

– É um jogo que a gente precisa vencer, para dar um salto ainda maior na tabela (contra o Fortaleza). Tenho certeza que a gente vai se recuperar bem e quem estiver em campo no próximo jogo vai dar o seu melhor pelo Vasco - salientou o zagueiro ao site oficial do Vasco.

Fonte: lance

Veja Também