Em Palmas

Comerciantes farão manifestação na próxima quinta-feira contra o decreto que determina o fechamento do comércio às 20h

22/02/2021 17h19 - Atualizado em 22/02/2021 18h16
Foto: Divulgação

Os comerciantes de Palmas estão organizando uma manifestação contra o decreto municipal que determina o fechamento do comércio às 20 horas na Capital. A manifestação acontecerá nesta quinta-feira, 25, às 14 horas em frente ao prédio da prefeitura. 

No grupo criado pelos empresários, foi informado que o objetivo é reunir o máximo de pessoas possível para manifestar contra o decreto, que na opinião deles (comerciantes), afeta negativamente de forma direta, os trabalhadores norturnos. 

De acordo com informações do grupo, os manifestantes devem permanecer em seus em seus veículos no momento do protesto. "Não temos base legal para fazer manifestação no meio de um pico de PANDEMIA contrariando um DECRETO que tem força de LEI, os responsáveis pelo movimento somos todos nós, não tem um líder", explicou um dos participantes. 

Outra informação passada pelo grupo foi a de que no momento da manifestação será formada uma comissão de 4 pessoas, sendo 2 empregados e 2 empresários do setor para falar com a prefeita Cinthia Ribeiro.

Os comerciantes afirmam que farão uma manifestação pacífica com intuito de sensibilizar a Gestão a mudar o Decreto que vai desempregar muita gente e prejudicar novamente o setor que é o único penalizado com as medidas de restrição.

Solicitações:

Caso a prefeita Cinthia Ribeiro recebá a comissão formada por empregados e patrões, eles devem solicitar que seja fechados todos os estabelecimentos comerciais por 7 dias, com funcionamento apenas de farmácias, postos de gasolina e de saúde. 

A outra reivindicação é de que o comércio funcione por 7 dias das 6 às 18 horas e outros 7 dias das 12 às 00 horas. 

O decreto que estabelece o funcionamento do comércio só até às 20 horas começou a valer nesta segunda-feira, 22.




Veja Também