Denúncia

CASE convoca servidores do grupo de risco a trabalharem em regime presencial sem oferecer estrutura, plano de contenção da covid como falta de máscaras e álcool gel

07/04/2021 11h47 - Atualizado em 07/04/2021 16h24
Foto: Divulgação
Foto mostra sala de descanso para plantonistas sem nenhuma estrutura

O Coletivo recebeu nesta quarta-feira, 07, denúncia, que o Superintendente do CASE - Centro de Atendimento Socioeducativo, vinculado  ao Sistema do Socioeducativo da Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju), Gilberto da Costa Silva, convocou os servidores do grupo de risco a voltarem a trabalhar no regime presencial a partir do último dia 1º de abril. Os servidores estavam trabalhando em regime remoto. 

Relata ainda que os mesmos foram convocados sem que o CASE apresentasse nenhum plano de contenção da covid e que as unidades não possui nem alojamento apropriado para os servidores, pois no local não possui cadeiras e camas para os plantonistas, além da sujeira. E ainda por cima, falta máscara e álcool gel.  "Um verdadeiro descaso, haja visto, que Palmas esta sem vagas de UTIs", diz a denúncia. 

Veja Também