Na Capital

Técnicos de controle de endemias serão capacitados para o uso de novo larvicida contra o Aedes Aegypti

16/09/2021 11h41 - Atualizado em 16/09/2021 11h45
Foto: Raiza Milhomem

Orientações e recomendações sobre o manejo do produto serão repassadas de forma virtual aos profissionais durante o treinamento

Supervisores, agentes de combate a endemias (ACEs) e técnicos da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses de Palmas (UVCZ) participam na segunda-feira, 20, às 9 horas, de forma virtual, da capacitação para o uso do novo larvicida biológico de prevenção do Aedes aegypti. O treinamento será promovido pela Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância das Doenças Vetoriais e Zoonoses (DVDVZ), para vários municípios do Tocantins.

Conforme o secretário estadual de Saúde, Luiz Edgar Tolini, para iniciar a implementação desse produto no estado do Tocantins, é imprescindível que os municípios conheçam as orientações técnicas para uso e recomendações de manejo para prevenir a resistência a inseticidas. “O novo produto será recebido do Ministério da Saúde e posteriormente repassado aos municípios. A partir de agora vamos usar dois larvicidas, com princípios ativos diferentes, formando mais uma frente de combate ao Aedes aegypti e a outros mosquitos que tenham a mesma forma de vida e criação”, explica o gestor lembrando que o público-alvo da capacitação são os coordenadores de endemias e agentes de combate às endemias.

O coordenador da UVCZ de Palmas, Auriman Cavalcante, acredita que o novo produto vai ajudar no combate ao mosquito, integrando todas as ações que já vêm sendo realizadas na Capital. “A proposta é ampliar de diversas formas a prevenção e os cuidados contra a proliferação do Aedes aegypti. Com a ajuda dos larvicidas, aumentamos as alternativas de controle e eliminação das larvas do mosquito”.

De acordo com informações da Saúde do Estado, o novo larvicida já foi testado e recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O produto é adquirido pelo Ministério da Saúde e enviado para as secretarias, que repassam para os municípios quando é solicitado oficialmente. 

Veja Também