Sebrae vai orientar sobre o programa

Programa Inova Amazônia será apresentado em Gurupi, nesta quarta

26/10/2021 17h05 - Atualizado em 26/10/2021 17h16
Foto: Divulgação

Empreendedores poderão receber mentoria e apoio financeiro para acelerar sua ideia ou negócio

Com o objetivo de orientar sobre o Edital Inova Amazônia, o Sebrae Tocantins realiza nesta quarta-feira (27), às 14h, no LabTAU, Campus I da Universidade de Gurupi (UnirG) um evento para esclarecer as dúvidas acerca do Programa. Empreendedores que buscam desenvolver seu negócio, com base nos recursos naturais da Amazônia, podem receber uma bolsa no valor de R$ 72 mil reais, além de participar de um programa de aceleração.

O Sebrae vai selecionar projetos para desenvolver negócios inovadores que fortaleçam a bioeconomia em sete estados que fazem parte do Bioma da Amazônia, entre eles o Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Rondônia, Roraima e Tocantins. A submissão das propostas encerra no dia 2 de novembro.

A seleção faz parte do Programa Inova Amazônia, que tem como objetivo estimular startups, micro e pequenas empresas inovadoras a desenvolverem produtos e serviços sustentáveis, a partir dos recursos naturais da biodiversidade da região. Podem participar os segmentos da Bioeconomia, que incluem a Agricultura; Aquicultura e Pesca; Alimentos; Bebidas; Biocombustíveis; Bioenergia; Bioplásticos e Embalagens; Casa e construção; Ecodesign; Ecoturismo; Farmoquímico e Farmacêutico; Fitoterápicos e Nutracêuticos; Florestas; Higiene, Perfumaria e Cosméticos; Indústria Têxtil e Moda; Química e Novos Materiais; e Tecnologia da Informação e Logística.

De acordo com o coordenador estadual de Inovação do Sebrae Tocantins, Rogério Maracaipe, o programa visa estimular empreendimentos e novos negócios a pesquisar e utilizar, conscientemente, a biodiversidade, de maneira que seus recursos sejam renovados durante o uso. “Esse incentivo significa juntar ciência e tecnologia para a geração de negócios com olhar no uso sustentável dos recursos naturais, tornando seus produtos sinônimos de desenvolvimento para os estados”, destacou.

Etapas
Na fase 1 serão avaliadas as propostas inovadoras. Os projetos selecionados receberão capacitação, preferencialmente, de forma on-line, durante um período de dois meses, denominada pré-aceleraçao. Já na etapa 2, é avaliado o projeto empresarial dentre os que foram selecionados anteriormente. Os selecionados receberão capacitação, denominada Aceleração, preferencialmente, de forma presencial, e apoio financeiro, por meio da Bolsa de Estímulo à Inovação, durante seis meses.

Bolsa
O valor de cada bolsa será de R$ 6.000,00 por mês, durante seis meses, em um valor total de R$ 36.000,00 para cada um dos dois sócios, a ser liberado em até seis parcelas, de acordo com o desempenho dos projetos acelerados conforme critérios definidos no Termo de Outorga a ser assinado entre as partes.

Confira o edital completo e mais detalhes sobre o Inova Amazônia em https://www.sebrae.com.br/inovaamazonia

(Assessoria de Imprensa do Sebrae Tocantins)


Veja Também