Palmeiras

Galiotte explica por que Felipe Melo e Jailson não renovaram: ‘Reformulação necessária’

06/12/2021 10h59 - Atualizado em 06/12/2021 11h02
Foto: Cesar Greco/Palmeiras
Galiotte acompanha treino do Verdão

Presidente do Verdão também falou sobre a possibilidade de outros atletas deixarem o clube

Uma semana depois de conquistar o tricampeonato da Libertadores da América, o Palmeiras anunciou que não renovaria os contratos de Felipe Melo e Jailson. Em entrevista exclusiva concedida ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, Maurício Galiotte explicou o que motivou a diretoria a tomar tais decisões.

São dois ídolos, dois vencedores e líderes. Eles ficarão eternizados no Palmeiras, participaram de todo esse projeto. O planejamento do Palmeiras contempla uma renovação. O futebol é muito dinâmico e requer aprimoramento de elenco constante. O Felipe é o nosso capitão, temos muita gratidão pelo que ele fez. Foi debatida a permanência ou não. Ele gostaria de dois anos a mais, mas o que está definido pelo planejamento institucional do clube? O Palmeiras necessita de reformulação, de tal maneira que foi definido que os nomes de Felipe e Jailson não seriam renovados para o próximo ciclo - comentou, explicando a importância do processo de reformulação do elenco.

- É uma decisão do Palmeiras, à luz do processo de reformulação. São jogadores de muito potencial, mas a dinâmica do futebol exige aos clubes que querem continuar vencendo tomar uma decisão e é por isso que decidimos não renovar com eles - completou.

Questionado a respeito de outros jogadores que podem deixar o clube, o mandatário do Verdão despistou.

- Em 10 dias, eu não estarei mais no cargo, então não vou citar nomes, até porque faz parte do planejamento do clube. O Palmeiras está fazendo uma reestruturação, vai reformular parte do elenco. Alguns jogadores continuarão e outros, não. Todo esse movimento faz parte do planejamento para o próximo período.

As definições sobre a permanência de Luiz Adriano, Willian, Danilo Barbosa e Luan Silva, por exemplo, ficarão a cargo de Leila Pereira, que assume a cadeira presidencial neste dia 15.

Fonte: Lance

Veja Também