Em Araguaína

PC indicia homem suspeito de dirigir em alta velocidade, atropelar e matar motociclista em frente a uma igreja evangélica

27/04/2021 10h29 - Atualizado em 27/04/2021 10h31
Foto: Polícia Civil do Tocantins
Inquérito foi concluído com indiciamento do motorista que supostamente causou o acidente

Caso foi investigado pela 26ª Delegacia de Polícia Civil de Araguaína

As investigações da Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da 26.ª Delegacia de Araguaína, levaram ao indiciamento de um homem de 37 anos pela prática, em tese, do crime de homicídio culposo no trânsito. Segundo o que foi apurado, na noite do dia 05 de janeiro de 2020, o indiciado trafegava em seu automóvel em alta velocidade próximo à Igreja Evangélica Saciar, quando ao tentar ultrapassar outro veículo, colidiu na contramão com a motocicleta conduzida pela vítima, Francisco Orleudo de Oliveira Sousa, de 54 anos, que não resistiu aos ferimentos vindo a óbito.

Com o aprofundamento das investigações, a Polícia Civil concluiu que, com o impacto, a vítima foi arremessada a uma altura de cerca de quatro metros. De acordo com testemunhas, e informação confirmada por laudo da perícia, do local do acidente, o indiciado que conduzia um veículo Astra GM, arrastou a moto de Francisco por cerca de treze metros e colidiu novamente com o corpo da vítima que foi empurrado para a lateral da via. Com a batida o para choque do veículo do indiciado foi arrancado e abandonado no local.

Ainda conforme apurado pelo inquérito, em momento algum o indiciado prestou socorro à vítima, fugindo do local em seguida. Posteriormente o motorista se apresentou, com sua advogada, na 26ª Delegacia de Polícia.

O Delegado Luís Gonzaga da Silva Neto, Titular da 26ª Delegacia de Araguaína, concluiu o inquérito, com o indiciamento do homem de 37 anos, pela prática do crime de homicídio culposo no trânsito, conduta agravada pelo fato de não ter prestado o devido socorro à vítima. O caso foi encaminhado ao Poder Judiciário para as medidas cabíveis.


Veja Também