Em Araguatins

PM prende suspeitos de roubar taxista e apreende arma de fogo

05/05/2021 19h07 - Atualizado em 05/05/2021 19h16
Foto: Ascom 9º BPM

A Polícia Militar prendeu na noite de terça-feira, 04, dois homens, 19 e 27 anos, suspeitos de roubarem um taxista de 44 anos no Bairro Irial, em Araguatins, Norte do Estado. Em poder do indivíduo de 27 anos a PM apreendeu uma arma de fogo artesanal tipo espingarda, calibre 32, com um cartucho intacto, três aparelhos celulares e uma quantia no valor de R$ 170,00 em espécie.

A vítima procurou a PM relatando que se encontrava em seu ponto de táxi no centro da cidade de Araguatins quando recebeu uma ligação via celular de um suposto cliente, o autor de 27 anos, que se encontrava no Setor Irial e precisava de uma corrida. Ao chegar ao local, em seu veículo, a vítima deparou com o indivíduo não identificado, que estava sozinho e logo embarcou no carro da vítima pedindo para que o taxista seguisse em frente.

Ainda segundo o taxista, durante o trajeto, o indivíduo de porte de uma arma de fogo, anunciou o roubo dizendo que queria todo o dinheiro da vítima. O taxista foi ameaçado e entregou ao criminoso uma quantia de aproximadamente R$ 200,00 em espécie, um aparelho de celular e a chave de seu veículo. A vítima disse a PM que de imediato o autor desceu do veículo e em uma bicicleta, fugiu por uma rua escura e deserta.

No interior do veículo do taxista a PM encontrou um aparelho celular deixado pelo autor no momento da fuga. O que ajudou as guarnições da PM, inclusive com apoio da equipe da Agência Local de Inteligência (ALI) do 9º Batalhão da PM (9º BPM), chegarem até o dono do aparelho. Segundo o suspeito, de 19 anos, também preso pela PM, havia emprestado o seu aparelho celular ao comparsa na segunda-feira, dia 03.

O dono do aparelho celular levou a PM até a casa do autor principal do roubo, onde acabou sendo localizado, preso e aprendido todo o material roubado que estava em seu poder, inclusive a arma usada no crime que se encontrava municiada.

No momento da prisão, o autor, juntamente com sua irmã, uma adolescente de 15 anos, ainda agrediu um dos policiais militares da guarnição, mas acabaram sendo contidos. Os dois homens, a menor e todo o material apreendido foram apresentados na Central de Flagrantes para os procedimentos legais cabíveis.  

Veja Também