Em Pedro Afonso

Polícia Civil recupera motor de barco furtado em abril e faz flagrante de receptação

07/05/2021 17h30 - Atualizado em 07/05/2021 17h36
Foto 50ª Delegacia de Pedro Afonso
Polícia CIvil recupera motor furtado de barco e apreende arma de fogo em Pedro Afonso

Furto do equipamento náutico ocorreu no final do mês de abril.

Na manhã desta sexta-feira, 7, policiais civis da 49.ª e 50.ª Delegacia de Polícia Civil de Pedro Afonso prenderam em flagrante um indivíduo de 57 anos pela prática, em tese, dos crimes de receptação e posse de arma de fogo. A ação que também resultou na recuperação de um motor de barco, furtado no final de mês de abril, foi coordenada pelo delegado Bernardo José da Rocha Pinto.

De acordo com a autoridade policial, a ação foi desencadeada visando recuperar um motor de popa que havia sido subtraído de um barco no final do mês de abril no antigo porto da balsa, em Pedro Afonso. Assim, logo após o registro da ocorrência, policiais civis iniciaram as diligências no sentido de identificar os autores, bem como recuperar o bem furtado.

Depois de alguns dias de investigações, na manhã desta sexta, os policiais civis conseguiram identificar um homem de 21 anos, o qual é apontado como sendo um dos autores do crime. Em depoimento, o indivíduo confessou o delito e revelou aos policiais a pessoa para quem ele vendeu o motor.

Diante dos fatos, os agentes foram até a residência do suposto receptador, na cidade de Bom Jesus, onde localizaram o motor do barco. Durante as buscas efetuadas no interior do imóvel, os agentes também encontraram e apreenderam uma espingarda, calibre 16, além de diversas munições de calibres variados.

O homem suspeito foi conduzido até a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Pedro Afonso, onde foi autuado em flagrante, pelo delegado plantonista Bernardo José Rocha Pinto pelos crimes de receptação e posse ilegal de arma de fogo de calibre permitido. Após a realização dos exames e demais providências, o homem autuado foi recolhido à Casa de Prisão Provisória de Guaraí, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

O autor do furto, devidamente identificado, foi interrogado e responderá pelo crime em liberdade, uma vez que não mais se encontrava em situação de flagrante.

Veja Também