Programa Educação Empreendedora

Sebrae e prefeitura de Gurupi firmam parceria que irá beneficiar cerca de 5 mil estudantes

07/05/2021 18h11 - Atualizado em 07/05/2021 18h21
Foto: Divulgação

O Sebrae Tocantins e a Prefeitura Municipal de Gurupi firmaram nesta sexta-feira, 07, uma parceria para implantar oficialmente o Programa Educação Empreendedora nas escolas do município, beneficiando cerca de cinco mil estudantes.

O Termo de Adesão foi assinado pela prefeita de Gurupi, Josi Nunes, a secretaria municipal de Educação, Amanda Pereira Costa, a gerente do Sebrae em Gurupi, Paula Alencar e o gestor de Educação Empreendedora em Gurupi, Thiago Milhomem, no Centro de Convenções Mauro Cunha.

De acordo com a gerente do Sebrae, as duas instituições se comprometeram a partilhar a missão de ampliar, promover e disseminar as competências e cultura empreendedora na educação formal no município de Gurupi, visando o desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

A prefeita Josi Nunes comemorou a parceria, pontuando que, quando existe espírito empreendedor, os caminhos se abrem e as oportunidades aumentam. “A educação empreendedora ajudará a desenvolver pessoas mais preparadas para os cenários do mundo atual. Fico feliz com essa parceria com o Sebrae. Certamente ela será internalizada na gestão de vários outros projetos”, afirma a prefeita

Como irá funcionar

O Sebrae disponibilizará gratuitamente toda a metodologia Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEEP) que será aplicada nas escolas de Gurupi, capacitando professores e estudantes.

Conforme a secretária municipal de Educação de Gurupi, Amanda Pereira Costa, tanto os professores, quanto os alunos do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, terão a oportunidade de ampliar o conhecimento sobre a cultura empreendedora.

“Começaremos a partir do mês de junho com a formação dos professores, e no segundo semestre iniciaremos com os alunos. A priori, vamos começar de forma on-line e, quando iniciar as aulas presenciais, realizaremos as ações dentro das unidades escolares”, explicou.

Veja Também