Cargas avaliadas em R$ 100 mil cada

Suspeito de integrar quadrilha interestadual especializada em roubos de cargas de cigarros é preso

09/06/2021 17h44 - Atualizado em 09/06/2021 17h50
Foto: Imagem Ilustrativa - Mãos com Algemas - Dennis Tavares

No momento da prisão, o homem apresentou documento falso e foi preso em flagrante

Investigações realizadas pela Delegacia de Repressão a Roubos (DRR), de Araguaína, resultaram na prisão de um homem de 28 anos, que é suspeito de ser um dos líderes de uma associação criminosa especializada em roubar cargas de cigarros avaliadas em mais de R$ 100 mil reais cada e que atua nos Estados do Tocantins, Maranhão e Pará.

A captura do investigado ocorreu nesta terça-feira, 8, quando policiais civis da Unidade Especializada, comandados pelo delegado Breno Eduardo Campos Alves, realizavam investigações no setor São Miguel, em Araguaína. “Devido às investigações já em curso, desde o ano passado, os policiais reconheceram o suspeito, quando ele saía de uma oficina no referido setor e efetuaram a abordagem do mesmo, disse a autoridade policial.

Documento falso

No entanto, para tentar enganar os policiais civis, o homem se apresentou como sendo outra pessoa e, inclusive, apresentou um documento com indícios de falsificação. Desse modo, ele foi conduzido até a sede da DRR, sendo que após levantamentos, os policiais constataram que se tratava de um documento falso.

Assim o investigado recebeu voz de prisão por uso de documento falso. No entanto, os agentes aprofundaram as buscas e descobriram que havia um mandado de prisão em aberto, oriundo do estado do Pará, em desfavor do indivíduo pelo crime de roubo. Com base nas evidências, o delegado Breno também deu cumprimento a ordem judicial expedida pelo Poder Judiciário do Estado vizinho.

Roubos de cargas de cigarros

Ainda segundo a autoridade policial, as investigações da DRR, visando desarticular a quadrilha especializada no roubo de cigarros de uma empresa de atuação nacional, foram iniciadas em meados de 2020, quando em algumas oportunidades, criminosos abordaram um Vans que transportavam centenas de pacotes do produto que se dirigiam ou passavam por Araguaína em direção aos estados do Maranhão e do Pará.
Utilizando-se de armas de fogo, violência e grave ameaça, eles rendiam o motorista e o ajudante, e após desviar os veículos para estradas rurais, transfeririam os pacotes de cigarros para outros veículos e fugiam em seguida.

As investigações foram intensificadas, possibilitando às equipes da DRR constar que se tratava de uma organização criminosa que se especializou em subtrair cargas de cigarros, sobretudo, devido ao alto valor agregado do produto, bem como a rápida liquidez, pois se trata de uma mercadoria que é facilmente vendida, auferindo alta margem de lucro.

Indiciamento

O homem preso nesta terça-feira, já foi identificado e indiciado pelos crimes de roubo e associação criminosa. Após os procedimentos legais cabíveis, ele será recolhido à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.
Para o delegado Breno Campos, a prisão do homem é outro grande passo para concluir as investigações, e desbaratar o grupo que tem atuação interestadual e é considerado de grande periculosidade. “A prisão desse indivíduo é de grande importância para a Polícia Civil, no sentido de desarticular essa organização criminosa que sempre age com violência, grave ameaça e pode ter sido responsável por roubar dezenas de cargas de cigarros, no Tocantins, Maranhão e Pará. Além disso, trata-se de mais um duro golpe contra a criminalidade, uma vez que, cada carga de cigarro roubada está avaliada em mais de R $100 mil reais”, ponderou o delegado. 

Veja Também