Em Caseara

Polícia Civil cumpre dois mandados de busca e apreensão

01/09/2021 11h50 - Atualizado em 01/09/2021 11h51
Foto: DICOM SSP TO

Combate aos crimes de furto, receptação, venda de armas e tráfico de drogas no interior do estado

A Polícia Civil cumpriu dois mandados de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira (01/09), em Caseara. A missão é uma continuidade da operação Hórus, por meio da Delegacia de Polícia de Caseara, juntamente com a Delegacia Especializada de Repressão ao Crime Organizado (Deic-Paraíso) e o Grupo de Operação Táticas Especiais (GOTE).

A ação resultou no cumprimento de dois mandados de busca e apreensão de possíveis objetos furtados, combate ao tráfico de drogas, o comércio ilegal de arma de fogo, além do crime de furto e receptação em Caseara.

1º mandado

Segundo o delegado Guilherme Couto, em cumprimento ao 1º mandado, a Polícia Civil (PC) recebeu uma informação que dois indivíduos, na cidade de Caseara, estavam anunciando pelas redes sociais duas armas de fogo, sendo uma pistola e um revólver.

“Diante disso, tivemos o reconhecimento dos suspeitos por meio de uma foto, além de imagens das armas que eles estavam anunciando pelo Facebook e Instagram, na qual foram flagrados. Sendo assim, foi realizado o procedimento de busca e apreensão. No entanto, não foi localizado armamentos e nem drogas”, informou o delegado Guilherme Couto, que coordenou a ação.

Os dois suspeitos alegaram que as imagens são de internet e conseguiram em um site de armas, pois pretendiam causar boa impressão na cidade.

2º mandado

No 2º mandado de busca, continuou o delegado, a Polícia Civil recebeu informações que um suspeito de cometer furtos de objetos automotivos, como equipamentos de som, pneus, rodas de veículos, estava anunciando os possíveis objetos furtados. “Diante disso, procedemos a busca, foi localizado e apreendido alguns objetos que, possivelmente são produtos de furto, porém, ainda está sendo investigado”, concluiu.

O suspeito de furtos de objetos automotivos não foi encontrado em sua residência.

Todos os suspeitos foram intimados a comparecer na Delegacia de Polícia.  

Veja Também