No Estado

A convite do governador Carlesse, presidente do BNDES anuncia vinda ao Tocantins para dialogar com a sociedade sobre a concessão dos parques estaduais

02/09/2021 10h51 - Atualizado em 02/09/2021 10h54
Foto: Washington Luiz/Governo do Tocantins
Carlesse recebeu em seu gabinete, também nesta manhã, membros da superintendência de Governo e Relacionamento Institucional do BNDES

Agenda de diálogos públicos com a sociedade será estabelecida

Uma agenda de diálogos públicos com a sociedade tocantinense para tratar da concessão dos Parques Estaduais do Jalapão, Cantão, Lajeado e Monumento Natural das Árvores Fossilizadas está sendo elaborada e contará com a presença do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), Gustavo Montezano.

O convite foi feito pelo governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, na manhã desta quarta-feira, 1º, por meio de uma videoconferência. Ainda nesta manhã, o Governador recebeu em seu Gabinete, no Palácio Araguaia, o superintendente de Governo e Relacionamento Institucional do BNDES, Pedro Bruno Barros de Souza.

Durante a videoconferência, o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, ressaltou que os diálogos públicos serão transformadores para o Estado e o Brasil. “Esse tema de concessão dos ativos turísticos permite um desenvolvimento regional, desenvolvimento de toda a cadeia turística e demonstra também a nossa capacidade de preservação do meio ambiente. Então essa agenda, não somente para o Tocantins, mas para todo o Brasil, ela é transformacional”, afirmou.

A agenda de diálogos públicos faz parte do processo de concessão que vem sendo desenvolvido pelo BNDES e o Governo do Tocantins, e que preconiza a participação da sociedade.

O governador Mauro Carlesse destacou também que essa agenda permitirá que a população tocantinense saiba dos investimentos que serão feitos na região. “Com esses diálogos públicos as pessoas entenderão que haverá preservação do meio ambiente, que os investimentos que chegarem serão reinvestidos na própria região do Jalapão e nós temos convicção que esse projeto vai ajudar a população”, destacou.

O superintendente de Governo e Relacionamento Institucional, Pedro Bruno, lembrou alguns casos de sucesso de parques administrados por meio de concessão. “Os mesmos debates e questões levantadas sobre a concessão dos Parques do Tocantins, também foram feitos na época da concessão do Parque Nacional do Iguaçu, por exemplo, e hoje nós vemos que a relação é totalmente favorável e já dura 20 anos. A concessão permitiu uma grande geração de empregos e hoje a economia da cidade gira, praticamente, em torno do parque”, pontuou.

Diálogos Públicos

Uma audiência pública sobre a concessão foi realizada na Assembleia Legislativa (Aleto), na última quinta-feira, 19, e debateu o Projeto de Lei que autoriza as concessões. O secretário de Estado de Parcerias e Investimentos, Claudinei Quaresemin, reforçou a importância do diálogo com a população. “Outros estados, como São Paulo, são um exemplo com várias praças e parques mantidos com cooperação técnica e parceria privada. E nós tratamos também nosso Parques como joias, o Jalapão é o nosso cartão postal, e nós queremos preservá-lo assim”, finalizou.

As datas dos próximos diálogos públicos serão divulgadas posteriormente.

Presenças

Participaram da reunião o secretário de Estado da Governadoria, Divino Allan; o secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal; o secretário Executivo do Conselho de Parcerias e Investimentos do Tocantins, Robson Menezes; o diretor de Comunicação do BNDES, Danilo Fariello; e a chefe de Gabinete de Relacionamento Institucional e Governamental do BNDE, Camila Costa.  

Veja Também