Em Araguaína

Homem é preso após brigar e matar outro a facadas em estabelecimento comercial

06/09/2021 15h29 - Atualizado em 06/09/2021 15h53
Foto: Ascom 2º BPM
Homem é preso pela PM após cometer homicídio em Araguaína

Após cometer o homicídio em um estabelecimento comercial, o homem foi preso em uma ação rápida da PM na cidade de Araguaína

A Polícia Militar prendeu na noite de domingo, 05, no Setor Céu Azul em Araguaína, um homem de 36 anos, por homicídio. Com o suspeito, foi localizada uma arma branca, tipo faca, supostamente utilizada no crime.

Acionada via Sistema Integrado de Operações (SIOP), a equipe de policiais militares deslocou ao endereço mencionado, e segundo informação, tinha acontecido uma briga entre dois indivíduos e que um teria sido esfaqueado por arma branca tipo faca, sendo socorrido por familiares sendo levado para Unidade de Pronto Atendimento de Araguaína (UPA).

No local, a proprietária do estabelecimento comercial, uma mulher de 44 anos, relatou que um homem de 33 anos, estaria sentado bebendo cerveja, quando chegou o outro homem, 36 anos, juntamente com sua esposa e começou uma discussão entre eles, momento em que, a mulher de 44 anos, chamou suas filhas menores para dentro da residência e, quando retornou, a vítima estava caída no solo.

Em seguida, a irmã da vítima estava lutando contra o autor que fugiu do local correndo. Então, a irmã da vítima socorreu o homem de 33 anos e levou para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), porém, ao chegar na unidade de saúde, a vítima veio a óbito.

As equipes de policiais, juntamente com Comandante do Policiamento Urbano (CPU), realizaram patrulhamento nas imediações e um cerco em uma quadra na Rua Tucuruí, onde o suposto autor estaria escondido. Ao perceber o cerco, o homem de 36 anos, saiu correndo invadindo residências, tentando fugir. Ele resistiu à prisão, mas vendo que não teria como escapar das equipes militares, entregou-se e foi apreendida a arma branca utilizada na prática do crime.

Diante dos fatos, a Polícia Técnico Científica periciou o local do crime. O delegado compareceu juntamente com um agente no intuito de colherem mais informações sobre o caso. Assim, o suposto autor e a sua cônjuge foram conduzidos à Delegacia de Plantão de Araguaína para os procedimentos legais cabíveis. 

Veja Também