No Tocantins

Governo auxilia produtores de Monte do Carmo na contratação de R$ 1 milhão para investimentos rurais

16/09/2021 11h54 - Atualizado em 16/09/2021 11h57
Foto: Divulgação
Simão de Souza Dares teve proposta de financiamento aprovada para aquisição de matrizes bovinas e formação de pastagens

O trabalho do Ruraltins possibilitou essa conquista para 11 agricultores familiares por meio da elaboração de projetos de crédito rural

O Governo do Tocantins, por meio do trabalho de assistência técnica e extensão desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) com os agricultores familiares, tem facilitado o acesso às linhas de financiamentos e assim reduzido o tempo de espera para incrementar e instalar os projetos agropecuários em suas propriedades.

Em Monte do Carmo, município localizado a 89 km da Capital, o desempenho do escritório local propiciou ao órgão a contratação de R$ 1.023.169,57 em projetos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), na modalidade Mais Alimentos.

O produtor Terezino Barbosa Carvalho, morador da zona rural do município, foi um dos contemplados com proposta aprovada de R$ 163 mil, pelo crédito rural. “Com o dinheiro farei um investimento misto com aplicação na área da pecuária, construção de 6 km de cerca eletrificada, formação de 20 hectares de pastagem, e aquisição de 15 matrizes bovinas. Estou muito animado com essa nova fase, aqui na propriedade”, comemora o produtor.

Outro agricultor beneficiado foi Simão de Souza Dares. “Agora vou poder investir na compra de mais matrizes bovinas e na formação de pastagens”, disse o produtor que teve seu projeto elaborado pelo Ruraltins e aprovado pelo banco.

Resultados

Segundo a Gerência de Crédito do Ruraltins, foram elaborados 11 projetos, de janeiro até setembro deste ano, e submetidos ao Banco da Amazônia. Esses projetos, que beneficiam também 11 produtores rurais, tem como finalidade aumentar a produção e a produtividade, bem como reduzir os custos de produção e, com isso, elevar a renda da família produtora rural.

"A principal cadeia fomentada nesses projetos é a bovinocultura de corte, e também em investimentos como estruturação do imóvel na construção de cercas, currais, reforma de pastagens, estruturas que vem beneficiar o produtor na hora do manejo. Além dessas propostas já contratadas, temos outras três que estão em fase de elaboração, com as mesmas finalidades fomentando a mesma cadeia produtiva que é a bovinocultura de corte, totalizando R$ 200.630, e temos mais três propostas que já foram internalizadas no Banco da Amazônia em fase final de análise, totalizando R$ 320,533. Somados os aprovados a esses em fase de elaboração e análise são mais de R$ 1,5 milhão fomentando as atividades produtivas no nosso município de Monte do Carmo", informa o chefe do escritório local do Ruraltins, Alex Fernandes.

Para o presidente do órgão, Fabiano Miranda, a geração de renda, bem como o aumento da produtividade no campo são metas alcançadas pelo trabalho dos extensionistas com a elaboração de projetos para fins de financiamentos nas instituições financeiras. “O desempenho dos servidores, conduzidos pelo supervisor local, Alex Fernandes dos Santos, foram estratégicos para a contratação desse recurso. Todo esse trabalho mostra o comprometimento dos servidores e a valorização do cidadão do campo. Parabéns aos servidores pelo desempenho e pela dedicação. Com certeza esse recurso vai dar melhores condições aos produtores de investir na sua produção e com isso gerar renda para sua família”, frisa.

Acompanhamento técnico

Além da elaboração dos projetos, o Ruraltins oferece assistência técnica aos produtores na aplicação do recurso na atividade agrícola. "O crédito rural é uma das principais ferramentas para viabilização dos sistemas produtivos na propriedade rural e nossos extensionistas, por meio de projetos, viabilizam propostas com os agentes financeiros e assim o produtor conseguirá colocar em prática o sonho de melhoria na sua propriedade desde a implantação e condução do empreendimento. O Ruraltins, por meio da sua equipe, dará suporte na aplicação e condução do investimento, para que a propriedade seja gerida de forma inteligente e consequentemente sustentável, aumentando a produção e renda para toda a família. Parabéns à equipe!", reforça o diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural, Marco Aurélio Gonçalves Vaz.

Plano Safra 2021/2022

O Plano Safra 2021/2022 dispõe aos pequenos produtores beneficiários do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) R$ 39,34 bilhões em operações de crédito agrícola para custeio, comercialização e investimento, com juros de 3% e 4,5%. Desse valor, R$ 21,74 bilhões são para custeio e comercialização e R$ 17,6 bilhões para investimentos.

O plano contempla também o médio produtor. Os recursos para o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) somam R$ 34 bilhões. São R$ 29,18 bilhões para custeio e comercialização e R$ 4,88 bilhões para investimento, com juros de até 6,5% ao ano.

Novidade

O Plano Safra 2021/2022 trouxe como novidade o fortalecimento do Pronaf Bioeconomia, com a inclusão de financiamento para sistemas agroflorestais, construção de unidades de produção de bioinsumos e biofertilizantes e projetos de turismo rural que agreguem valor a produtos e serviços da sociobiodiversidade.

Os agricultores interessados em obter acesso a linhas de financiamento podem procurar um dos escritórios do Ruraltins mais próximo de onde moram para diagnóstico na propriedade e elaboração de projetos.


Veja Também