Educação

Secretária Adriana Aguiar apresenta projeto tocantinense na abertura do Seminário Internacional do Novo Ensino Médio

21/09/2021 15h50 - Atualizado em 21/09/2021 15h51
Foto: Marcio Vieira/Governo do Tocantins
Secretária Adriana Aguiar reforça que o estudante é o grande protagonista da proposta do novo ensino médio

O evento debate a implantação do novo ensino médio para o ano de 2022 com a participação de renomados palestrantes do Brasil e do mundo

A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, participou nessa segunda-feira, 20, da abertura do Seminário Internacional do Novo Ensino Médio, que tem como tema a “Proposta de implantação do Novo Ensino médio nos estados brasileiros”. O seminário, iniciado na segunda-feira, 20, vai até a próxima quinta-feira, 23, e pode ser acompanhado no canal do Instituto Casagrande, no YouTube, das 18h30 às 21h30.

O evento, criado e organizado pelo Instituto Casagrande, é totalmente on-line e gratuito, direcionado a todos os educadores brasileiros e de outros 10 países, com os quais o Instituto mantém parceria. Com a participação de palestrantes renomados do Brasil e do mundo, o objetivo do seminário é compartilhar ideias, projetos, experiências e conceitos.

O novo ensino médio deve ser implantado em todas as escolas brasileiras até o ano de 2024, de maneira que todas as instituições de ensino precisarão adotar um novo currículo com as mudanças, revisar os seus projetos pedagógicos e principalmente, possibilitar aos estudantes desta etapa de ensino a escolha de cursar os Itinerários Formativos, parte flexível do novo currículo, de acordo com suas aptidões, interesses e potencialidades dos arranjos locais.

Dentre as diversas mudanças, a proposta, proveniente da Lei 13.415/2017, aponta a ampliação da carga horária de 800 para 1000 horas/anuais; incentiva a política do fomento, que contempla as escolas de ensino médio integral e reforça o alinhamento dos documentos dos referenciais curriculares dos estados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Durante a abertura do seminário, a titular da Seduc, Adriana Aguiar, enfatizou o quanto as ações voltadas para a educação, a juventude e o esporte precisam estar integradas, uma experiência que já tem êxito no Tocantins, e o quanto a proposta do novo ensino médio possibilita e incentiva esse formato.

“No Tocantins, 29 unidades escolares já fazem parte do ensino médio integral através das escolas Jovem em Ação; 59 unidades escolares são ‘piloto’ que viabilizam investimentos para a implementação da flexibilização curricular por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Entendemos que a proposta pedagógica do novo ensino médio tem como centralidade o estudante e a gestão participativa do projeto pedagógico das unidades escolares”.

Também participaram do seminário os secretários estaduais de educação, Alan Porto, do Mato Grosso; Eliana Estrela, do Ceará; Renato Feder, do Paraná; o presidente do Instituto Casagrande, Renato Casagrande; e a presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE), Maria Helena Guimarães.

Metodologia

As pessoas que tiverem interesse em aprofundar-se nesse tema poderão se inscrever para a formação avançada sobre o novo ensino médio que, junto com o seminário, dará uma formação de 40h. A complementação de estudos ocorrerá de forma assíncrona, em que o participante estuda quando, como, onde e quantas vezes quiser, por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), onde ficarão armazenados todos os conteúdos de estudo. A parte atemporal será realizada após o evento ao vivo.

Veja Também