No Tocantins

PF faz busca para investigar morador de Araguaína acusado de armazenar mais de 600 imagens com pornografia infantil

13/10/2021 11h08 - Atualizado em 13/10/2021 11h27
Foto: Divulgação

De acordo com denúncia, um usuário da cidade de Araguarina/TO estaria armazenando imagens em mídias

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13/10) a Operação “Velar”, decorrente de investigação policial permanente que apura a divulgação/transmissão de imagens/vídeos ou outros registros que contenham cenas de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo crianças ou adolescentes, na cidade de Araguaína/TO e circunscrição.

Nesta fase da investigação, foi dado cumprimento a um mandado de busca e apreensão, na cidade de Araguaína/TO expedido pela Justiça Estadual do Tocantins.

O trabalho permanente de investigação é decorrente de cooperação técnica-investigativa entre a Polícia Federal e National Center for Missing and Exploited children (NCMEC), que reportou a ação de um usuário residente em Araguaína/TO. Ele teria armazenado cerca de 672 imagens/vídeos de conteúdo de abuso sexual infantil.

O objetivo do cumprimento da medida judicial é colher elementos de prova que identifiquem outros suspeitos envolvidos na transmissão e armazenamento de imagens/vídeos de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente na cidade de Araguaína/TO e circunscrição.

Destaca-se que em razão da Pandemia causada pela COVID-19, foi adotada logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPI’s a todos os envolvidos, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas e investigados.

Veja Também