Na Assembleia

Prof. Júnior Geo solicita pagamento da data-base e progressões dos servidores estaduais

13/10/2021 18h29 - Atualizado em 13/10/2021 18h37
Foto: Divulgação ascom Júnior Geo

O deputado estadual Professor Júnior Geo (PROS) tem cobrado durante as sessões ordinárias na Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto) o pagamento dos direitos dos servidores estaduais, como a data-base e as progressões. “Valorização do servidor público nunca foi um interesse do governo estadual. Data base, progressões, nada disso vem acontecendo”, destaca o parlamentar.

“A data-base de 1% não condiz com a realidade que nós vivemos hoje. O combustível não aumentou somente 1%, nem o aluguel, muito menos os alimentos aumentaram só 1% no intervalo de um ano. Será que de fato têm condições de o servidor público manter a sua vida com o mínimo de dignidade, perdendo renda ao longo dos anos?”, indagou Geo.

O deputado também questionou a aplicação dos recursos do Estado. “É necessário analisar então como está sendo gerido o dinheiro público para justificar a inexistência de recurso para reajuste salarial. A perda salarial não pode ocorrer, o Governo precisa rever essa situação e dar ao servidor o que é seu de direito”, afirmou.

Entenda

No ano de 2019, o Índice Nacional de Preço ao Consumidor - INPC/IBGE, usado para observar tendências de inflação, foi de 5,0747%, porém o Governo Estadual, concedeu apenas uma parte da reposição salarial, que foi de apenas 1%, restando uma diferença de 4,0747%. No ano de 2020, o INPC/IBGE foi de 2,4599%, porém, o Governo Estadual não concedeu qualquer reposição salarial naquele ano. Em 2021, o INPC/IBGE divulgou o percentual de inflação de 7,5911%, que deve ser acatada pelo Governo, implementada na folha de pagamento referente ao mês de maio, e paga em junho/2021. (Informações retiradas do site do Sinpol-TO).

Veja Também