Transporte coletivo de Palmas

Em nova audiência, Simtromet e Seturb não chegam a nenhum acordo junto ao Ministério do Trabalho

14/10/2021 11h59 - Atualizado em 14/10/2021 15h57
Foto: Divulgação O Coletivo

Por meio de nota à imprensa, o Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transportes Rodoviários e Operadores de Máquinas do Estado do Tocantins (Simtromet), informou nesta quarta-feira, 14, que após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, 14, no Ministério Púbico do Trabalho (MPT), dando continuidade ao compromisso firmado no processo judicial de Dissidio Coletivo de Greve de voltar à mesa de negociação com o Seturb, ambas as partes não chegaram a um acordo perante ao MPT quanto o retroativo, intervalo intrajornada e demais clásulas exigidas pelos motoristas. 

Desse modo, o presidente do Simtromet José Antônio de Carvalho comunicou que dará prosseguimento de Dissidio Coletivo Normativo já autorizado pela categoria na Assembleia Geral Extraordinária do último dia 13 de outubro de 2021. 

Uma das principaiss exigências dos motoristas é a redução do intervalo no horário de almoço,  que hoje é quase 6 horas, para no máximo duas horas.



Veja Também