Em Palmas

PecShow 2021 será aberta oficialmente nesta quinta-feira

27/10/2021 14h24 - Atualizado em 27/10/2021 14h25
Foto: Wilson Rodrigues/Governo do Tocantins
Estrutura Pecshow 2021

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) e parceiros abrem oficialmente nesta quinta-feira, 28, as 10h, no Parque Agrotecnológico de Palmas, a PecShow 2021 – Feira de Exposição e Vendas de Touros e outras espécies de animais selecionados geneticamente.

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) e parceiros abrem oficialmente nesta quinta-feira, 28, as 10h, no Parque Agrotecnológico de Palmas, a PecShow 2021 – Feira de Exposição e Vendas de Touros e outras espécies de animais selecionados geneticamente. 100 % presencial, a feira seguirá todos os protocolos sanitários vigentes contra à Covid 19. É obrigatório uso de máscara.

Este ano, além do ambiente de negócios e dinâmicas, a feira vai sediar a Vitrine PecShow, organizado pelo Vitrine Pecuária, onde serão comercializados presencialmente gado P.O de corte e leite, equinos e ovinos e virtualmente gado comercial. Ao todo serão mais de 1.000 animais.

A Pecshow vai contar também com a exposição de mais de 180 animais, entre os bovinos as raças Nelore, Senepol, Bosmara, nos ovinos Santa Inês e Dorper, veículos, tratores, implementos agrícolas e insumos, além de oficinas, rodas de conversas, dinâmicas e palestras voltadas pra o fortalecimento da pecuária tocantinense.

Melhoria genética e transferência de tecnologia

Em sua 3ª edição, a PecShow é voltada para o segmento pecuarista e visa fomentar a qualidade do rebanho através da melhoria genética e da transferência de tecnologia no Tocantins. Na feira participam expositores, técnicos, acadêmicos e pecuaristas do Estado.

De acordo com o secretário da Seagro, Jaime Café, a PecShow confirma o crescimento do setor pecuarista tocantinense uma atividade geradora de renda e que movimenta a economia. A carne e os derivados do boi tocantinense, por exemplo, chegam a todas as regiões brasileiras e são exportados a mais de 20 países, especialmente Europa e Ásia. “Nos primeiros 4 meses de 2021 foram R$ 499.783,40 milhões em carne exportada, representando 17% da exportação do Estado (MDIC). Com um rebanho com mais de 9 milhões de cabeça os produtores tem investidos em tecnologias de melhoramento genético, buscando sempre excelência em produtividade e mostrando assim a tendência de expansão e o grande potencial para a economia do Estado”, detalhou o secretário.

Parceiros
O evento conta com a parceria da AGROJEM, Associação dos Criadores de Zebu (ABCZ), Associação Nacional dos Pecuaristas (Assocon), Sistema de Crédito Cooperativo (Sicred) e Adapec, Produtores de suínos da região.

Veja Também