Flamengo

Mês do 'vai ou racha' inicia com frustração e reacende pressão sobre Renato Gaúcho

03/11/2021 09h42 - Atualizado em 03/11/2021 09h45
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo
Contra o Athletico, Renato Gaúcho chegou a 30 jogos sob o comando do Flamengo

Até a final da Libertadores, a ser realizada no dia 27 deste mês, o Rubro-Negro tem mais seis jogos - e precisa voltar aos trilhos e elevar o nível de rendimento pelo Brasileirão

O mês mais importante para o Flamengo em dois anos começou. E de uma forma frustrante. Na última terça-feira, no primeiro compromisso de novembro, o Rubro-Negro carioca levou o empate (2 a 2) nos acréscimos, diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada, pela 4ª rodada (atrasada) do Campeonato Brasileiro. Mais do que o dissabor do tropeço, a sensação de falta de ideias de Renato Gaúcho reacendeu a pressão sobre o treinador.

Em três semanas, mais precisamente no dia 24, o elenco embarca rumo a Montevidéu para disputar a final da Libertadores (27). E, apesar dos diversos contratempos físicos, o baixo rendimento tático do Fla traz novamente à tona o debate sobre a permanência de Portaluppi, que já entregou o cargo na semana passada e segue sem dar um padrão à equipe, que, pela qualidade técnica dos jogadores, tem potencial para ter mais o controle das ações e repertório, seja nas estratégias propositiva ou reativa.

Ainda terão seis jogos até a viagem para o Uruguai. E será essencial, até pela confiança dos atletas, chegar ao jogo decisivo ainda com boas possibilidades na disputa pelo título do Brasileiro. Por isso, o mês é de "vai ou racha", já que o trabalho de Renato está em em xeque e também depende de uma resposta no campeonato nacional para o prosseguimento.

A próxima partida será já nesta sexta-feira, às 21h30, contra o Atlético-GO, no Maracanã. Diante do Atlético-MG, quando Renato ganhou uma sobrevida, a torcida foi um trunfo essencial para um time que se limitou a fechar espaços, sem capacidade para contra-atacar com o placar favorável, assim como no jogo de ontem.

Depender das arquibancadas para elevar a concentração e competitividade é insuficiente para um milionário e ambicioso Flamengo, bem como o atual trabalho de Renato Gaúcho.

Confira os jogos do Flamengo até a final da Libertadores:

05 de novembro (sexta-feira)
Flamengo x Atlético-GO - Maracanã

08 de novembro (segunda-feira)
Chapecoense x Flamengo - Arena Condá

11 de novembro (quinta-feira)
​Flamengo x Bahia - Maracanã

14 de novembro (domingo)
São Paulo x Flamengo - Morumbi

17 de novembro (quarta-feira)
Flamengo x Corinthians - Maracanã

20 de novembro (sábado)
Internacional x Flamengo - Beira-Rio 

Fonte: Lance

Veja Também