No Tocantins

Governo apresenta balanço das ações da força-tarefa de combate às enchentes no Estado

14/01/2022 00h14 - Atualizado em 14/01/2022 00h17
Foto: Tharson Lopes/Governo do Tocantins
Força-Tarefa se reúne semanalmente para monitoramento das ações de socorro aos municípios impactados

Durante o encontro, integrantes também apresentaram as ações de recuperação após o período crítico das chuvas

Com o intuito de apresentar o panorama da situação das enchentes no Tocantins e iniciar o planejamento das ações de recuperação das cidades impactadas, a Força-Tarefa da Operação Enchente, se reuniu nesta quinta-feira, 13, para apresentar os seus esforços empreendidos e as próximas medidas a serem adotadas.

A reunião foi conduzida pelo comandante do Corpo de Bombeiros Militar, Carlos Eduardo de Souza Farias, que apresentou o panorama atual. Ao todo são 39 municípios sendo monitorados, com sete equipes em campo e uma fixa na cidade de São Miguel do Tocantins, cidade mais impactada até o momento. De acordo com o último boletim são 543 desabrigadas, que estão em abrigos públicos; e 1.343 desalojadas, pessoas que estão em casa de parentes, amigos e ou vizinhos.

O comandante Farias esclareceu ainda, que segundo as previsões da Agência Nacional das Águas (ANA), as chuvas mais intensas seguirão até o próximo domingo, 16, e posterior a esta data haverá um intervalo de uma semana sem chuvas. Após esse período, as chuvas voltarão a ocorrer dentro do esperado para o período fevereiro e março.

Para a reconstrução do cenário pós período de chuvas, o comandante informou que o Governo do Estado está buscando recursos junto ao governo federal por meio do Decreto de Situação de Emergência. O município de Paranã também declarou situação de emergência por meio de Decreto, que já foi reconhecido pelo governo federal, assim, o município pode pleitear recursos diretos junto à Defesa Civil Nacional para a recuperação dos cenários. São Miguel do Tocantins ainda espera o reconhecimento do governo federal para a mesma finalidade.

Assistência Social

A Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social (Setas) informou que tem assegurado assistência às famílias impactadas desde o dia 28 de dezembro, garantindo segurança alimentar dos impactados e itens de necessidades básicas como colchões, cobertores e água potável. Além disso, há seis equipes em campo realizando levantamento de dados e monitoramento no intuito de solicitar recursos por parte do governo federal. Há ainda, uma equipe de plantão em Araguatins com uma base de distribuição alimentar.

Ao todo foram distribuídos 23 mil kits de alimentos para famílias em estado de vulnerabilidade e impactadas nos 39 municípios monitorados, deste número, 16 mil kits de alimentos incluíam proteína animal.

De acordo com o titular da pasta, José Messias Araújo, benefícios eventuais serão repassados pelo Governo do Tocantins nos próximos dias, tendo início do repasse nesta sexta-feira, 14, a fim de amenizar os impactos sofridos pelas famílias e municípios das cheias dos rios. Os recursos desses benefícios poderão ser utilizados para suprir as necessidades básicas. Serão 36 municípios de pequeno porte I, que terão antecipados R$ 27 mil cada; e três municípios de pequeno porte II, que antecipam R$ 36 mil cada. Além disso, estão previstos recursos na ordem de R$ 80 mil para os próximos dias, para aquisição de colchões. A Setas recebeu, ainda, doações de empresas privadas de cobertores que já estão sendo distribuídos.

Fomento

A presidente da Agência de Fomento do Tocantins, Denise Rocha, por determinação do governador Wanderlei Barbosa, prorrogou o prazo para pagamento das parcelas de linhas de crédito para empreendedores que já tenham contrato com o órgão e que pertençam aos municípios atingidos pelas cheias fluviais. São aproximadamente 300 clientes dentro destas cidades. Os clientes adimplentes podem ter as parcelas de janeiro, fevereiro e março remanejadas para o final do contrato livre de juros, ficando com três meses de fôlego financeiro para se restabelecerem.

A presidente informou ainda que daqui a 30 dias será disponibilizada uma nova linha de crédito, com recursos específicos para autônomos impactados com condições especiais, para que possam retomar as suas atividades no período pós chuvas.

Estradas

A Agência Tocantinense de Transporte e Obras (Ageto), também integrante da Força Tarefa, informou que está atuando em 15 pontos em todo o Estado já realizando os reparos das estradas e rodovias danificadas pelas chuvas. Comunicou ainda que a Agência já está trabalhando no planejamento para recuperação das estradas após o período das chuvas.

Força Tarefa Enchente

A Força-Tarefa Enchente é composta pelos seguintes membros: Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas); Secretaria de Estado da Infraestrutura, Cidades e Habitação; Secretaria de Estado da Governadoria; Secretaria de Estado da Saúde (SES); Procuradoria-Geral do Estado (PGE); Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento; Agência de Fomento do Estado do Tocantins (Fomento); Agência Tocantinense de Transporte e Obras (Ageto) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins). 

Veja Também