No Tocantins

Mais de 34 mil atendimentos foram realizados pelo Procon em 2021: órgão alcança a marca de 91% de resolutividade

19/01/2022 11h33 - Atualizado em 19/01/2022 11h38
Foto: Procon/Governo do Tocantins
De janeiro a de dezembro 2021 foram apreendidos 7.236 produtos impróprios para consumo

Mesmo com as limitações e inovações adotadas pelo Procon Tocantins, em decorrência da pandemia causada pelo covid-19, o órgão alcançou 91% de resolutividade nas demandas de janeiro a dezembro de 2021


O Procon Tocantins concluiu nesta segunda-feira, 10, o balanço das atividades realizadas no ano de 2021. Foram 34.239 atendimentos incluindo registros de reclamações diretas contra empresas, carta de informações preliminares (CIP), atendimento preliminar, encaminhamento à fiscalização, atendimento do Programa de Apoio ao superendividado e o atendimento registrado através do site www.to.gov.br/procon/. As limitações provocadas pela pandemia não impediram o órgão de defesa do consumidor de atingir a marca de 91% de resolutividade nas demandas.

Educação e oportunidade

Na área da educação para o consumo, o órgão realizou 07 capacitações voltadas para consumidores, fornecedores e servidores, alcançando, por meio das plataformas digitais Google Meet, Zoom e You Tube, 1.789 pessoas. As atividades presencias estiveram suspensas devido a pandemia causada pelo covid-19.

Com o intuito de oportunizar aos consumidores endividados e superendividados a negociação e renegociação de dívidas, o Governo Estadual, por meio do Procon Tocantins, lançou o Programa “TO EM DIA”. Uma política pública que visa proporcionar a harmonização e equilíbrio das relações de consumo, prevenção e tratamento do superendividamento como forma de evitar a exclusão social do consumidor e a garantia dos direitos dos cidadãos.

Na primeira etapa, em Porto Nacional, no período de 06 a 10 de novembro de 2021, foram 350 atendimentos e negociados um valor estimado de R$ 800 mil. A iniciativa contou com a participação de parceiros como concessionárias de água e energia, instituições financeiras, empresas de telefonia, lojas de crediário, Câmara de Dirigentes e Lojistas (CDL) e associações comerciais e industriais.

Fiscalização

As atividades da gerência de fiscalização estiveram mais voltadas para uma atuação preventiva, com ações educativas e de conscientização de fornecedores, com vista à harmonização nas relações de consumo. Porém, as medidas punitivas não deixaram de ocorrer. De janeiro a de dezembro 2021 foram realizadas operações fiscalizatórias em Palmas e interior do Estado, com apreensão de 7.236 itens impróprios para consumo, tais como: produtos fora do prazo de validade, embalagens adulteradas, amassadas, enferrujadas, dentre outros.

Nos postos de combustíveis e depósitos de gás de cozinha foram realizadas mais de 230 notificações. Também, nesse período, foram lavrados 162 autos de infração, 196 autos de constatação e 512 relatórios de visita, além da realização de monitoramento de preços, semanalmente, nos mais diversos segmentos do comércio, totalizando um total de 1.100 estabelecimentos visitados, dentre os quais: supermercados, postos de combustível, bancos, escolas, açougues dentre outros.

“Podemos destacar que, considerando o período pandêmico, o Procon Tocantins seguiu fiscalizando equipamentos hospitalares como tubos de UTI e gás para balões de oxigênio a fim de verificar a qualidade dos produtos e assegurar o atendimento continuado à população. Outra operação do órgão, junto à concessionária BRK Ambiental, realizada nos municípios de Gurupi, Taguatinga e Dianópolis proporcionou a restauração de ruas, calçadas e malha asfáltica”, ressaltou Magno Silva, gerente de fiscalização da pasta.

Outras operações fiscalizatórias

Em 2021 também foram realizadas autuações a instituições financeiras como o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal por estarem no ranking das reclamações dos consumidores. Os principais motivos, excesso no tempo de espera e vendas casadas. Ao todo foram mais de 80 agências fiscalizadas.

Após monitoramento, antes da realização da Black Friday, onde foram fiscalizados 1.400 produtos distintos em 124 estabelecimentos, durante a campanha, realizada no dia 26 de novembro de 2021, o Procon Tocantins emitiu apenas 02 autos de infrações em todo o Estado. Motivos, propaganda enganosa e ausência de preço. Para a gerência de fiscalização, o resultado comprova que o monitoramento é uma ferramenta que coíbe preços abusivos e propagandas enganosas.

A Superitendencia do Procon destaca que essas operações bem como as demais atividades do órgão ganharam um reforço na sua estrutura física. Por meio de uma gestão baseada em muito empenho e trabalho o Procon recebeu, em 2021, um reforço de 10 veículos que foram distribuídos entre os núcleos e a sede.

Área jurídica

A gerência Jurídica e do Contencioso, setor que presta assessoramento direto à superintendência e a todos os setores e núcleos regionais, tem como atividade principal o julgamento de processos em primeira e segunda instância, parecer jurídico, despachos, recomendações, projetos de lei, portarias, instruções normativas e demais atividades pertinentes. Em Primeira instância foram realizados 1829 julgamentos, 1829 pareceres e 490 despachos. Já os julgamentos de segunda instância foram 412, com 412 pareceres, 187 despachos, além de 13 portarias baixadas e 64 decisões.

Notificações e dívida ativa

O setor de notificações expediu em 2021, 5.538 notificações. E, ao longo do ano de 2021, até a data de 16/12/2021, foram encaminhadas 540 certidões de débitos de empresas para serem incluídas na Dívida Ativa do Estado do Tocantins.

Ações futuras

A superintendência do Procon Tocantins primando pela proteção e defesa do consumidor e a harmonia nas relações de consumo, objetiva em 2022 dar continuidade ao trabalho de forma integrada e contínua. No planejamento, a continuidade do Programa TO EM DIA, com novas etapas nos municípios de Araguaína, Araguatins, Colinas do Tocantins, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Palmas, Paraíso do Tocantins e Tocantinópolis, a partir de fevereiro.

A implantação do Núcleo Regional de Atendimento do Procon Tocantins em Augustinópolis e a implantação de pólos do órgão em Pedro Afonso, Miracema, Taguatinga e Luzimangues/ Porto Nacional também estão na agenda da superintendência.

O superintendente Walter Viana, acrescenta que no planejamento do Procon Tocantins ainda segue outras atividades. “Estamos com projetos prontos para a implantação do Procon Itinerante, implantação do novo sistema de atendimento ao consumidor “PRÓ CONSUMIDOR”; ampliação das ações de conscientização aos fornecedores de todos os setores empresariais; ampliação das ações de fiscalização educativa e preventiva aos fornecedores; capacitação dos servidores do atendimento de todos os núcleos regionais e a digitalização do acervo processos físicos”, concluiu o gestor do Procon Tocantins, lembrando que o órgão segue vigilante com ações educativas, preventivas e punitivas em todas as regiões do Tocantins. 

Veja Também