No interior do Tocantins

Polícia Civil deflagra operação para conter conflitos agrários e apreende várias armas de fogo e munições

01/06/2022 15h21 - Atualizado em 01/06/2022 15h24
Foto: DICOM SSP TO
Pistola e munições apreendidas pela Polícia Civil

Armas apreendidas estavam em posse de pessoas investigadas pela Polícia Civil

A Polícia Civil de Tocantins (PC-TO), por intermédio da 8ª Delegacia Regional de Dianópolis (8ª DRPC), deflagrou na última terça-feira, 31, uma operação em conjunto com a Diretoria de Repressão ao Crime Organizado (DRACCO), para cumprimento de mandados de busca e apreensão em investigação acerca de conflito possessório na zona rural de Almas.

Durante a operação policial, que ocorreu de forma simultânea nos municípios de Almas e também de Palmas e contou com o apoio de diversas delegacias da 8ªDRPC e também do Centro Integrado de Operações à Aéreas (CIOPAER), foram apreendidas e tiradas de circulação, além de considerável quantidade de munições intactas, quatro armas de fogo, sendo três pistolas, calibres 380, .40 e 9mm, e uma espingarda, calibre 12.

Segundo a Autoridade Policial, que preside as investigações, o conflito possessório ocorre na zona rural de Almas, próximo à rodovia TO-040, sendo que, somente no corrente ano, foram registrados diversos boletins de ocorrência acerca de um suposto grupo armado que estaria ameaçando e expulsando posseiros da região.

A investigação agora busca apurar e individualizar as condutas de cada um dos envolvidos no citado conflito, mas, segundo o delegado, a operação deflagrada pela Polícia Civil, na data de ontem, certamente trará mais paz e tranquilidade à população rural daquela região.

Veja Também