Em Conceição do Tocantins

PC prende seis suspeitos de envolvimento no assassinato brutal e na ocultação de corpo

03/06/2022 11h23 - Atualizado em 03/06/2022 11h26
Foto: Divulgação
O crime de homicídio, cuja vítima era um homem de 45 anos, e que abalou a sociedade de Conceição e região

Trabalhos investigativos envolveram várias delegacias e a polícia penal

Seis pessoas foram presas em Conceição do Tocantins, suspeitas no envolvimento no assassinato brutal na zona rural da cidade ocorrido no último 21 de maio e na ocultação do corpo da vítima. As prisões aconteceram entre estas quarta e quinta-feira, 1º e 2 de junho, após um trabalho conjunto das forças de segurança da região.

Os trabalhos de investigação estão sendo conduzidos pela Polícia Civil do Estado do Tocantins, por meio da 104ª Delegacia de Conceição, com apoio das equipes da 99ª Delegacia de Paranã e da 105ª Delegacia de Arraias; além do apoio da Polícia Penal, por meio do Grupo de Operações Penitenciárias Especiais (GOPE).

“Estão sendo dias de intensa atividade investigativa, na qual contamos com o apoio de um policial penal do Grupo de Operações Especiais Penais, o que nos ajudou muito nesse caso, e ao final conseguimos cumprir esses mandados de prisão temporária contra investigados desse crime brutal que chocou a sociedade da região”, destacou a delegada da 104ª DP, Melícia Resende.

Após os procedimentos legais pertinentes ao caso, as seis pessoas presas (todos do sexo masculino), foram encaminhados à unidade penal regional de Arraias onde permanecem à disposição do Poder Judiciário para que as investigações sejam concluídas.

O Crime

O crime de homicídio, cuja vítima era um homem de 45 anos, e que abalou a sociedade de Conceição e região, ocorreu na noite do dia 21 de maio. Conforme as investigações preliminares, o crime foi encomendado; a vítima sofreu uma emboscada na zona rural da cidade, sendo torturada cruelmente, o que impossibilitou sua defesa.

“A vítima foi atingida com um disparo de arma de fogo, teve algumas partes do corpo mutiladas e ainda foi atingida com golpes na região do crânio e arrastada do local em que foi assassinada para em outro em que o corpo foi encontrado”, contou a delegada. 

Veja Também