No Tocantins

PC prende grupo criminoso que subtraiu diversos aparelhos celulares no show sertanejo em Araguaína

07/06/2022 14h50 - Atualizado em 07/06/2022 14h55
Foto: DICOM SSP TO
Aparelhos celulares localizados pela Polícia Civil em poder dos suspeitos

Crimes ocorreram durante apresentação de cantor no estádio Mirandão

Investigações realizadas pelas equipes da Delegacia de Repressão a Roubos (DRR), de Araguaína, resultaram na identificação de um grupo criminoso, responsável por efetuar uma série de furtos e roubos durante um show sertanejo, realizado na cidade, no último dia 20 de maio.

Por meio de trabalho investigativo, três homens foram identificados e presos na cidade de Belém do Pará. Na oportunidade, também foram apreendidos em poder dos suspeitos, cerca de 10 aparelhos celulares, em sua maioria do modelo Iphone, além de documentos falsos, e um computador programado para redefinição de códigos de identificação para aparelhos celulares.

Conforme o delegado Breno Eduardo Campos Alves, a investigação de repressão qualificada conseguiu levantar informações de que um grupo oriundo do Estado do Pará teria atuado durante o evento musical. Na ocasião, eles teriam praticado dezenas de crimes em desfavor da platéia que assistia ao espetáculo.

Com o cruzamento de informações e o apoio da Polícia Civil do Estado do Pará, foi possível chegar até os investigados e recuperar boa parte dos itens roubados em Araguaína.

Ao comentar a ação, o delegado Breno Eduardo ressaltou o trabalho investigativo realizado pelas equipes da Polícia Civil do Tocantins, por meio da DRR. “Se tratou de mais uma ação qualificada, uma vez que as fronteiras do Estado não servem de limite para o crime, então não podem servir de limite para as atuações policiais. Se cometeram os ilícitos aqui, a Polícia Civil vai até onde for preciso para que os autores respondam pelos seus crimes conforme determina a lei”, ponderou a autoridade policial.

Com as prisões dos três envolvidos, na cidade de Belém, o caso foi encaminhado à justiça, sendo que novas ações estão sendo planejadas e que poderão resultar em mais prisões e também em bens subtraídos de cidadãos araguainenses.

Veja Também