Em Araguatins

Polícia Civil prende homem investigado por espancar brutalmente a própria companheira

07/06/2022 16h52 - Atualizado em 07/06/2022 16h55
Foto: DICOM SSP TO
Caso chocou a população devido a gravidade dos ferimentos sofridos pela vítima

Homem estava foragido, mas foi preso pela PC-TO, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por intermédio da 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher e Vulneráveis (1ª DEAMV), de Araguatins, efetuou, na manhã desta terça-feira, 7, a prisão de um homem de 36 anos, suspeito de espancar violentamente a própria esposa no início do ano. O suspeito foi capturado mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Criminal de Violência Doméstica de Araguatins.

A ação que resultou na prisão do indivíduo foi coordenada pelo delegado-chefe da 1ª DEAMV, Eduardo Morais Artiaga. Segundo a autoridade policial, no ano de 2021, o homem agrediu violentamente a sua própria companheira, que na época dos fatos, tinha 32 anos, causando graves lesões, sobretudo na cabeça e na face. Em virtude dos ferimentos, a vítima foi levada ao hospital de Araguatins e, em seguida, transferida para o Hospital Regional de Augustinópolis.

Devido à gravidade dos ferimentos sofridos, a mulher precisou ser novamente transferida para o Hospital Regional de Araguaína, onde permanece em coma. Na época dos fatos, a equipe da 1ª DEAMV rapidamente iniciou as investigações e logo identificou o marido como o suspeito de praticar o crime.

“Com base nas investigações, representamos pela prisão preventiva do indivíduo, mas o mesmo acabou fugindo e não pode ser capturado. Novamente, o homem voltou a agredir a mulher no início deste ano e representou-se pela prisão preventiva do autor outra vez”, disse o delegado.

Desse modo, na manhã de hoje, o homem foi localizado e preso em cumprimento a ordem judicial. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, ele foi recolhido à Cadeia Pública de Araguatins, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Para o delegado Eduardo Artiaga, a prisão do indivíduo é de extrema importância, já que ele é de extrema periculosidade. “As equipes da 1ª DEAMV não mediram esforços para encontrar e prender esse indivíduo, já que ele é investigado por espancar violentamente a própria esposa, que nesse momento está em coma no hospital, correndo sério risco de morrer”, disse a autoridade policial.

Veja Também