No Tocantins

Polícia Civil recupera e restitui aos legítimos proprietários 11 aparelhos celulares em Araguatins

05/08/2022 14h57 - Atualizado em 05/08/2022 15h01
Foto: DICOM SSP TO
Aparelhos estavam em poder de pessoas que podem responder pelo crime de receptação

Eletrônicos estavam em poder de pessoas que poderão responder inicialmente pelo crime de receptação

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio da 11ª Delegacia de Araguatins, está procedendo a entrega aos seus verdadeiros proprietários, de 11 aparelhos celulares, que foram recuperados nas últimas semanas, na cidade, em decorrência de ações realizadas pelas equipes daquela unidade policial.

De acordo com o delegado-chefe da 11ª DP, Rúbem Paixão, os eletrônicos, em sua maioria produtos de furtos, estavam em poder de pessoas que, inicialmente, poderão responder pelo crime de receptação e foram recuperados em diferentes pontos da cidade, localizada no extremo-norte do Estado.

Depois de periciados, os aparelhos celulares começaram a ser restituídos aos seus legítimos proprietários na sede da 11ª Delegacia.

Alerta

O delegado Rúbem Paixão faz um alerta à população em geral para que adote cuidados básicos a fim de proteger seu aparelho celular, tais como evitar a utilização prolongada em vias públicas, sobretudo à noite ou locais escuros, tampouco deixar os aparelhos em locais onde eles podem ser facilmente acessados por estranhos.

Por fim, a autoridade policial recomenda a todo cidadão que tiver seu celular roubado, furtado ou mesmo extraviado, que compareça até a Delegacia de Polícia Civil mais próxima, munido com a nota fiscal ou a caixa do aparelho, onde fica registrado o número do IMEI, para que a Polícia Civil possa de imediato começar as investigações com objetivo de localizá-lo.

“A Polícia Civil trabalha diuturnamente na investigação e prevenção à criminalidade e, sendo assim, é imprescindível que a vítima que teve seu celular roubado ou furtado venha até uma Delegacia de Polícia para registrar o fato, visto que isso aumenta consideravelmente as chances de recuperação do dispositivo eletrônico”, disse.

Veja Também