Feira segue até sábado

Gurupi Tem é aberta e se torna vitrine para empreendedores no sul do TO

05/08/2022 16h51 - Atualizado em 05/08/2022 16h55
Foto: Divulgação

Feira, que segue até sábado, 6, conta com 114 expositores e atrai em peso a população da cidade

O segundo dia da Feira de Negócios “Gurupi TEM” mostrou que o evento veio para ficar. A feira contempla centenas de expositores do setor do comércio, serviços e indústria que aproveitam a oportunidade para expor e comercializar seus produtos e serviços durante quatro dias de evento.

Na noite desta quinta-feira, 4, a abertura oficial, realizada na praça do Centro Cultural Mauro Cunha, contou com a presença da gerente regional do Sebrae em Gurupi, Paula Alencar, da prefeita da cidade, Josi Nunes, da secretaria de Ciência e Tecnologia, Lady Sakay, Domingos Tavares - representando a Fecomércio, Belchior Cavalcante representando a Associação Comercial de Gurupi (ACIG) e outras autoridades locais.

A feira busca dar visibilidade às potencialidades locais, por meio de uma programação diversificada com atrações culturais, feira gastronômica, moda e beleza, arena gamer, salão do automóvel e espaço pet e infantil. A programação segue até sábado, 6, das 19 às 23 horas.

A gerente do Sebrae em Gurupi, Paula Alencar, destaca que a cidade ainda sofre os impactos da pandemia da Covid-19 e o Sebrae trabalha para ajudar na recuperação econômica do comércio local. “As pessoas estão com expectativa de sair de casa, de ver coisas novas e a feira tem este objetivo, mostrar o que nós temos na cidade. A feira não é só venda, mas também uma vitrine da economia local e faz jus à fama do comércio pujante”, pontua.

Josi Nunes, prefeita de Gurupi, ressalta que a iniciativa estimula a geração de emprego, renda e novas oportunidades para a economia da cidade. "O mercado de feiras é um grande influenciador de novos negócios, onde diversas ideias e inovações são disseminadas, podendo agregar conhecimento e novos relacionamentos que irão impactar positivamente no fortalecimento e desenvolvimento do empreendedorismo. E é um foco do Sebrae e também da nossa gestão. É uma grande estratégia para promover o empreendedorismo", completa.

Marina Gomes, empreendedora no setor de moda e beleza, enfatiza que a Gurupi TEM é uma oportunidade para conhecer novos negócios, expor produtos e, consequentemente, atrair novos clientes para seu negócio. “Estamos expondo novos produtos que não tínhamos na edição de 2019, como por exemplo, perfumes e acessórios em aço inoxidável. Estimamos vender pelo menos R$500,00 por noite. Mas é interessante falar que não estamos aqui somente pelas vendas, mas também para adquirir novos conhecimentos que o Sebrae nos proporciona por meio de uma feira tão grande como essa”. 

Veja Também